Participamos do

Petistas no Ceará comentam entrevista de Lula à rádio O POVO CBN

O vice-presidente do PT nacional, deputado José Guimarães, endossou as críticas do do petista ao presidente Jair Bolsonaro e parabenizou o tratamento dado o governador Camilo Santana (PT)
19:08 | Abr. 15, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Representantes do PT no Ceará repercutiram a entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta quinta-feira, 15, à rádio O POVO CBN. A conversa ocorreu no dia em o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) analisa a decisão do ministro Edson Fachin que anulou as condenações do petista na Lava Jato. 

O deputado federal e vice-presidente do PT nacional, José Guimarães, endossou as críticas feitas por Lula ao presidente da República, Jair Bolsonaro, reforçando que o "sentimento de reconstrução e transformação" dado pelo ex-presidente constrói um "antagonismo natural". "O Lula representa tudo que o Bolsonaro não é. O povo sabe que o Lula fez o oposto. Ele representa essa reconstrução do país, por isso que polariza", avaliou.

l LEIA MAIS l "Mito é coisa de fascista, miliciano, autoritário", diz Lula sobre Bolsonaro

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Sobre as relações entre o ex-governador Ciro Gomes e o PT, o parlamentar afirma que Lula manteve um tom de "respeito" ao ex-aliado de governo. Ao mesmo tempo, segundo Guimarães, ele faz um apelo ao pedetista. "O Lula deu tratamento devido e respeitoso e meio que quase que fez, no meu entendimento, um apelo, que ele [Ciro] se distancie dessa derivada da direita e venha se compor na esquerda. É uma posição muito clara", disse.

Em entrevista, o ex-presidente avalia que o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), "pode ter aspirações maiores para ser candidato a presidente", e mesmo estando dividido politicamente no Ceará, Lula avalia gestor será um "coração bondoso" disputado por ele em 2021. "Pela primeira vez, ele [Lula] deu um tratamento muito proativo de reconhecimento aos méritos do governador. Ele coloca o Camilo como uma das principais lideranças politicas nacionais que está preparado para qualquer missão", completou Guimarães. 

Nas redes sociais, o deputado destacou trecho da entrevista em que Lula diz preferir "ficar com povo do Cariri" do que ceder a empresários da Faria Lima. A fala foi realizada enquanto o petista respondia sobre o afastamento do setor empresarial com o governo do PT. 

A deputada federal e ex-candidata à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), atualmente afastada do cargo por motivos pessoais, afirmou nas redes sociais que o "negacionismo e a política de morte do antimessias Bolsonaro estão destruindo o Brasil". Na publicação, a parlamentar coloca uma foto com uma frase dita por Lula em entrevista. Na ocasião, ele usa o termo "genocida" para se referir ao presidente

Para o vereador Guilherme Sampaio (PT), o ex-presidente reforçou sua relação "de muita confiança politica, respeito e admiração" por Camilo. "Em vários momentos em que pude participar com o Lula, ele fez questão de citar a atuação do governador do como um dos exemplos do Brasil. No que diz respeito ao enfrentamento da pandemia e no reconhecimento de Camilo como liderança de projeção com um futuro promissor", afirmou o parlamentar.

O membro da oposição na Câmara Municipal de Fortaleza lembrou ainda que, ao criticar Bolsonaro, Lula "fez o que qualquer liderança responsável deveria fazer", que é "defender a abertura de um processo de impeachment". Caso contrário, ele destacou que o Brasil "vai continuar assistindo o aumento das mortes e da pobreza". 

Guilherme, contudo, não poupou críticas às manifestações de Ciro diante do PT. Ele avalia que o "grande  desgaste" do partido com o PDT ocorre em função das declarações do próprio pedetista que busca, com "obstinação", tentar se viabilizar "a qualquer custo por critérios de seus méritos pessoas ser presidente". "Nesse momento, ele presta serviço à direita brasileira. Ao invés de se viabilizar no campo progressista, ele volta às suas origens", disse. 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags