PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Lula diz que prefere "ficar com povo do Cariri" do que ceder a empresários da Faria Lima

Ao avaliar o afastamento do PT com a classe empresarial, o ex-presidente afirmou que, durante seu governo, a categoria "ganhou dinheiro como nunca" e que a diferença foi que "pobres também ganharam".

Filipe Pereira
12:34 | 15/04/2021
O ex-presidente Lula concedeu entrevista à rádio O POVO CBN, durante o programa O POVO no Rádio, apresentado pelo jornalista Jocélio Leal  (Foto: JULIO CAESAR )
O ex-presidente Lula concedeu entrevista à rádio O POVO CBN, durante o programa O POVO no Rádio, apresentado pelo jornalista Jocélio Leal (Foto: JULIO CAESAR )

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, na manhã desta quinta-feira, 15, em entrevista à rádio O POVO CBN, sobre sua relação com o setor empresarial. Ao avaliar os motivos do distanciamento do Partido dos Trabalhadores (PT) com o empresariado, o petista destacou que sempre governou "para todos" e que "entre ceder ao povo da Faria Lima e ao povo do Cariri no Ceará", sempre optará "ficar com o povo do Cariri". A Avenida Faria Lima, em São Paulo, é um dos símbolos da riqueza do País, concentrando grandes empresas e movimentando 5% de PIB da Capital. 

"Pra não ter dúvida, entre ceder ao povo da Faria Lima e ao povo do Cariri no Ceará, eu ficou com o povo pobre do Cariri, ao povo pobre de Fortaleza. Eu quando fui presidente eu dizia que governava para todos, mas que eu tinha um olhar mais apaixonado para as pessoas mais pobres", disse Lula. 

O ex-presidente avaliou ter beneficiado todos os setores em seu governo, inclusive o empresarial. Portanto, disse não entender quais eram as exigências da classe empresarial que justificassem críticas ao governo. "Eu não sei qual é a exigência que esse pessoal queria fazer comigo. Por que razão esse cidadão agora tem medo do Lula? Porque no governo Lula todos eles ganharam dinheiro como nunca. A diferença foi que os pobres ganharam também", disse. 

Veja entrevista na íntegra: