PUBLICIDADE
Política
Noticia

Maracanaú adquire de forma prioritária vacina Coronavac; ainda não se sabe quantas doses

Prefeito Roberto Pessoa e atual secretário de Relações Institucionais, Firmo Camurça, já assinaram, no último dia 21 de dezembro, o protocolo com o instituto Butantan. Informação foi confirmada pela assessoria

Gabriela Feitosa
14:48 | 08/01/2021
Prefeitura de Maracanaú firmou entendimento para comprar vacina (Foto: ASSESSORIA/DIVULGAÇÃO)
Prefeitura de Maracanaú firmou entendimento para comprar vacina (Foto: ASSESSORIA/DIVULGAÇÃO)

A cidade de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), já garantiu a aquisição da Coronavac, vacina contra o Coronavírus (Covid-19). De acordo com assessoria, o prefeito Roberto Pessoa (PSDB) e o ex-prefeito e atual secretário de Relações Institucionais, Firmo Camurça (PSDB), já assinaram, no último dia 21 de dezembro, o protocolo com o instituto Butantan para adquirir de forma prioritária a Coronavac. Roberto Pessoa já anunciou que os primeiros lotes serão para vacinar os profissionais de saúde e, em seguida, os grupos prioritários.

A Coronavac foi desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantã, que teve eficácia comprovada e oficialmente anunciada pelo Governo de São Paulo.

O Governo de São Paulo informou, em coletiva de imprensa, que a Coronavac tem 78% de eficácia contra casos leves de Covid-19 que precisaram de alguma intervenção médica. O imunizante apresentou 100% de eficácia na prevenção de casos graves, moderados ou que precisam de internação hospitalar. Na prática, nenhum voluntário vacinado precisou ser hospitalizado por causa do novo coronavírus. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta sexta-feira, 8, o pedido de autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental da vacina Coronavac. O pedido foi enviado pelo Instituto Butantan, que no Brasil conduz os estudos da vacina desenvolvida pela empresa Sinovac.

LEIA TAMBÉM | O que se sabe sobre a CoronaVac, vacina da Covid-19 do Instituto Butantan