Participamos do

Bolsonaro é notificado sobre pedido de impeachment por oficial de Justiça a mando de Celso de Mello

Pedido abre espaço para Bolsonaro se manifestar ou contestar o processo caso queira
00:38 | Mai. 16, 2020
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Estagiário de jornalismo
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou um comunicado oficial ao Palácio do Planalto para notificar o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), sobre pedido de impeachment protocolado na Câmara de Deputados. O pedido abre espaço para Bolsonaro se manifestar ou contestar o processo caso queira. A notificação foi enviada ao presidente na noite desta sexta-feira, 15.

A ação ocorreu após os advogados José Rossini Campos e Thiago Santos Aguiar apresentarem no STF processo judicial para pressionar o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a analisar o pedido de afastamento do presidente protocolado pelos advogados em março deste ano.

Segundo informações do jornal Estadão, depois de presenciar a arguição do caso pelos advogados, Celso de Mello, relator do processo de impeachment contra Bolsonaro, pediu “prévias informações” a Maia quanto ao andamento do processo. Ao passo que Rodrigo Maia teria solicitado rejeição ao pedido de análise do referido processo pela Câmara.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Maia argumentou que não há legislação constitucional vigente que estabeleça um prazo para a avaliação dos pedidos protocolados no Congresso. Ele pontuou ainda que o afastamento do presidente seria uma medida “extrema”. Ele já havia informado publicamente que não desejava dar continuidade aos processos em meio à crise gerada pela pandemia de coronavírus. Contudo, cabe ao relator do caso, Celso de Mello, o arquivamento ou não do ação contra Bolsonaro.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags