PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

"Tudo é discutível", diz André Costa sobre negociações com policiais e bombeiros

"Espero que com o diálogo estabelecido entre todos e a gente analisando os interesses do servidor, analisando também a situação do Estado, a situação fiscal, a gente consiga chegar nos melhores termos"

Carlos Holanda
17:37 | 10/02/2020
André Costa assumiu pasta da segurança em janeiro de 2017
André Costa assumiu pasta da segurança em janeiro de 2017 (Foto: AURÉLIO ALVES)

O titular da Secretaria de Segurança Pública do Ceará (SSPDS), André Costa, avalia que "tudo é discutível" na fase de negociações iniciada nesta segunda-feira, 10, na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), com representantes da categoria e deputados estaduais. 

"Espero que com o diálogo estabelecido entre todos e a gente analisando os interesses do servidor, analisando também a situação do Estado, a situação fiscal, a gente consiga chegar nos melhores termos", disse André, enfatizando o papel da equipe econômica do Abolição nesta discussão.

Além de Costa, outros secretários presentes são Flávio Jucá, interinamente no comando da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag-CE), e a titular da Fazenda, Fernanda Pacobahyba. Atualmente na Câmara dos Deputados, o titular da Seplag, Mauro Filho, também está na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE).

Sobre o teto do reajuste que será aplicado até 2022 ser de R$ 440 milhões, conforme inicialmente anunciado pela administração estadual, ou ser elevado, de acordo com a reivindicação dos agentes, Costa respondeu que este é um dos tópicos de discussão.

"A gente está trabalhando para manter o diálogo, para que todos estejam dispostos a construir proposta interessante para a categoria e que não prejudique as contas do Estado", reafirmou ao ser questionado sobre possibilidade de greve policial. 

Com informações do repórter Henrique Araújo