PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

"A luta política tem dessas coisas", diz presidente da Câmara de Caucaia sobre afastamento

"A gente sofre com algumas derrotas, tem algumas surpresas ruins, mas tem que seguir lutando", disse ela

23:35 | 06/09/2019
Vereadora Natercia Campos foi afastada da presidência e do mandato
Vereadora Natercia Campos foi afastada da presidência e do mandato(Foto: DIVULGAÇÃO/CÂMARA MUNICIPAL DE CAUCAIA)

Após ter o afastamento expedido pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), a presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natércia Campos (PMB), voltou ao cargo através da suspensão da liminar. Acusada de improbidade administrativa, a vereadora avaliou a situação como habitual: "A luta política tem dessas coisas".

A ação que afastou Natércia havia sido movida pelo Partido Social Liberal (PSL), alegando que a parlamentar cometeu ilegalidade já que deu posse por duas vezes a Francisco Helber Vieira, que não possui diplomação pela Justiça Eleitoral, já que teve contas de campanha reprovadas.

"A gente sofre com algumas derrotas, tem algumas surpresas ruins, mas tem que seguir lutando", disse ela, em entrevista para O POVO Online. "Tendo boa fé nos atos públicos, responsabilidade administrativa e boa documentação a justiça olha pra você. Não tenha dúvida que a motivação foi política".

Natércia recebeu apoio de colegas e funcionários dentro da Câmara, além da família e dos eleitores. Para ela, os dias foram tensos, mas ela se mantinha confiante. "Tinha fé em Deus e a certeza de que não tinha cometido erro. O documento em minha mão que atesta a consulta ao cartório eleitoral prova isso".

Mesmo sentindo-se prejudicada por motivos políticos, a presidente se mostrou conformada. "E a política não é sempre isso?", questionou. Para ela, em cidades carentes, as forças contrárias à administração às vezes vêm de pessoas, outras vezes da burocracia, ou do orçamento.

Embora acredite que tal movimentação pode acirrar a disputa no município em ano pré-eleitoral, Natércia não julga o afastamento como protagonista na disputa. "Importante é cumprir os compromissos com a cidade e esperar que se faça justiça, como a que aconteceu ontem".