PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Presidente da França diz que G7 precisa discutir incêndios na Amazônia

Emmanuel Macron chamou as queimadas que acontecem na floresta de "crise internacional". O encontro está marcado para este fim de semana em Biarritz, sudoeste francês

18:44 | 22/08/2019
Macron disse que G7 precisa discutir incêndios na Amazônia
Macron disse que G7 precisa discutir incêndios na Amazônia(Foto: Yoan VALAT / AFP)

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou nesta quinta-feira, 22, que a cúpula do G7 necessita discutir os incêndios que estão acontecendo na Amazônia. O encontro entre os governantes está marcado para este fim de semana, em Biarritz, localizada no sudoeste francês.

Por meio de uma publicação em sua conta no Twitter, Macron chamou as queimadas que acontecem na floresta de "crise internacional", assunto que precisa ser tratado com urgência.

"Nossa casa está queimando. Literalmente. A floresta amazônica - os pulmões que produzem 20% do oxigênio do nosso planeta - está em chamas. É uma crise internacional. Membros do G7, vamos discutir esta primeira ordem de emergência em dois dia", escreveu o presidente francês.

>> Artistas nacionais e internacionais aderem à campanha #PrayForAmazonas

O G7 é composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, representando as economias mais avançadas do mundo. Conforme o Fundo Monetário Internacional, FMI, esses países acumulam mais de 64% da riqueza líquida global, equivalente a US$ 263 trilhões.