PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Artistas nacionais e internacionais aderem à campanha #PrayForAmazonas

Artistas como Bruna Marquezine, Anitta, Camila Pitanga, Leonardo Dicaprio e o piloto de F1 Lewis Hamilton aderiram à campanha #PrayForAmazonas nas redes sociais

18:32 | 22/08/2019
Imagem obtida em 21 de agosto de 2019 mostra vários incêndios nos estados brasileiros do Amazonas (topo CE), Para (topo R), Mato Grosso ( R) e Rondônia (C inferior) em 11 de agosto de 2019, enquanto Bolívia aparece na parte inferior esquerda da imagem
      Caption
Imagem obtida em 21 de agosto de 2019 mostra vários incêndios nos estados brasileiros do Amazonas (topo CE), Para (topo R), Mato Grosso ( R) e Rondônia (C inferior) em 11 de agosto de 2019, enquanto Bolívia aparece na parte inferior esquerda da imagem Caption(Foto: AFP/NASA)

Com o aumento dos incêndios florestais na Amazônia, o assunto ficou entre os mais comentados nos últimos dias nas redes sociais. Famosos como Camila Pitanga, Gisele Bündchen, Bruna Marquezine e Anitta aderiram à campanha #PrayForAmazonas.

Camila Pitanga escreveu: "As queimadas na Amazônia já podem ser vistas do espaço, mas ainda há tanta gente aqui no Brasil fechando os olhos pra isso".

"O desmatamento na Amazônia tem que parar!! Pela nossa saúde e pela saúde do nosso Planeta!", comentou a modelo Gisele Bündchen.

Já a cantora Simone, da dupla Simone e Simaria escreveu no Instagram: "Esta perda é irreparável”. Nunca tivemos uma perda tão alta nos últimos anos!... estamos em luto pela Amazônia".

Celebridades internacionais como Camila Cabello, Kim Kardashian, Demi Lovato, Leonardo Dicaprio e o piloto de F1 Lewis Hamilton também usaram seus perfis nas redes sociais para manifestar apoio à Amazônia.

Segundo dados do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), aumentou o número de queimadas no Brasil em 82% em relação ao ano de 2018. Se comparado ao mesmo período nos meses de janeiro a agosto - Foram 71.497 focos em 2019, contra 39.194 no ano passado.

Bruna Marquezine

Camila Pitanga

Gisele Bündchen

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

A floresta tem um papel fundamental no equilíbrio do clima na Terra e, consequente, em nossas vidas. Não podemos fechar os olhos para o que está acontecendo na Amazônia. As queimadas crescentes vêm destruindo em dias o que a natureza leva anos, séculos para construir. Eu já estive lá e pude ver de perto como tudo acontece, especialmente como os oportunistas se aproveitam da época das secas para botar a floresta abaixo. O desmatamento na Amazônia tem que parar!! Pela nossa saúde e pela saúde do nosso Planeta! #TodospelaAmazonia #PrayforAmazonia #TogetherfortheAmazon The forest plays a key role in balancing the Earth's climate and consequently in our lives. We cannot close our eyes to what is happening in the Amazon. The increased burnings have been destroying in days, what nature takes years, centuries to build. I've spent a lot of time there and was able to see closely how everything happens, especially how opportunists take advantage of the dry season to destroy and clear the forest. Deforestation in the Amazon has to stop...for our health and the health of our planet!

Uma publicação compartilhada por Gisele Bündchen (@gisele) em

Paolla Oliveira

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Um país em chamas. Vidas de todos os tipos ameaçadas pela irresponsabilidade e ganância do ser humano.

Uma publicação compartilhada por Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) em

Simone, da dupla com Simaria

Leandra Leal

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

#Repost @taisdeverdade . . . É redonda, gira e está em chamas. Todos já vimos e lemos que a Amazônia está ardendo em chamas e que essa escuridão repentina em São Paulo pode estar relacionada com a pior queimada na região nos últimos cinco anos. De Rondônia chegam relatos de dias seguidos sem o azul do céu no horizonte. O curioso é que ontem mesmo eu, @leandraleal, @thainaduarteoficial e @caiapitanga falávamos sobre a importância da preservação e sobre o fato de as nossas atitudes diárias afetarem o futuro do nosso planeta. Nem sei mais se podemos falar em "futuro", uma vez que já estamos testemunhando as consequências do descuido de nossas ações e políticas públicas ou falta delas. Alguns moradores de São Paulo coletaram um pouco da água da chuva de ontem, pós escuridão, com aparência barrenta e cheiro de queimado. Fico pensando ainda sobre o que pode acontecer com quem está respirando esse ar, o tanto de doenças respiratórias que podem vir em consequência disso, pra começo de conversa... E então, deixa mesmo queimar lá na Amazônia? Não vai acontecer nada sério no mundo se explorarmos desenfreadamente essas matas? Ontem tivemos um pequeno exemplo de que não é bem assim. Já passou da hora de nos importarmos e salvarmos o que ainda nos resta do amanhã. Falar sobre isso é apenas o primeiro passo.

Uma publicação compartilhada por Leandra Leal (@leandraleal) em

Taís Araújo

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

É redonda, gira e está em chamas. Todos já vimos e lemos que a Amazônia está ardendo em chamas e que essa escuridão repentina em São Paulo pode estar relacionada com a pior queimada na região nos últimos cinco anos. De Rondônia chegam relatos de dias seguidos sem o azul do céu no horizonte. O curioso é que ontem mesmo eu, @leandraleal, @thainaduarteoficial e @caiapitanga falávamos sobre a importância da preservação e sobre o fato de as nossas atitudes diárias afetarem o futuro do nosso planeta. Nem sei mais se podemos falar em "futuro", uma vez que já estamos testemunhando as consequências do descuido de nossas ações e políticas públicas ou falta delas. Alguns moradores de São Paulo coletaram um pouco da água da chuva de ontem, pós escuridão, com aparência barrenta e cheiro de queimado. Fico pensando ainda sobre o que pode acontecer com quem está respirando esse ar, o tanto de doenças respiratórias que podem vir em consequência disso, pra começo de conversa... E então, deixa mesmo queimar lá na Amazônia? Não vai acontecer nada sério no mundo se explorarmos desenfreadamente essas matas? Ontem tivemos um pequeno exemplo de que não é bem assim. Já passou da hora de nos importarmos e salvarmos o que ainda nos resta do amanhã. Falar sobre isso é apenas o primeiro passo.

Uma publicação compartilhada por Taís Araujo (@taisdeverdade) em

Isis Valverde