PUBLICIDADE
Política
Operação Lava Jato

Habeas corpus de Michel Temer e Moreira Franco serão julgados na quarta-feira, 27

Temer e Moreira franco foram presos na manhã dessa quinta-feira, 21, durante desdobramentos da operação Lava Jato

17:31 | 22/03/2019
Ex-presidente Michel Temer foi preso nessa quinta-feira, 21.
Ex-presidente Michel Temer foi preso nessa quinta-feira, 21.(Foto: EVARISTO SÁ / AFP)

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) deve julgar o pedido de soltura do ex-presidente Michel Temer (MDB) e do ex-ministro Moreira Franco (MDB) na próxima quarta-feira, 27. As informações são do portal G1.

Mais cedo, o órgão havia informado que os pedidos de habeas corpus estavam sendo analisados nesta sexta, pelo desembargador Ivan Athié da 1ª Turma do (TRF-2), e que a decisão poderia sair no mesmo dia. No entanto, o prazo para julgamento foi alterado.

Temer e Moreira franco foram presos na manhã dessa quinta-feira, 21, durante desdobramentos da operação Lava Jato. As investigações apontam o emedebista por supostas propinas de R$ 1 milhão da Engevix. Foram cumpridos ainda mandatos contra o coronel reformado da Polícia Militar de São Paulo, João Batista Lima Filho e de sua mulher Maria Rita Fratezi.

O pedido de habeas corpus do ex-presidente foi feito na quinta pela defesa dele. No documento, os defensores alegaram que o Temer "não coloca em risco a instrução criminal, nem a aplicação da lei penal". O desembargador Athié incluiu em um despacho na tarde desta sexta que as alegações serão avaliadas na quarta, 27, para determinar se a decisão da prisão preventiva continua.

As investigações apontaram ainda crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro. Os demais requerimentos de soltura foram protocolados nesta sexta.

Redação O POVO Online