Participamos do

Noivos usam suástica e uniforme da Alemanha nazista durante casamento no México

Os dois também utilizaram um Fusca ornado com uma suástica

O que seria uma cerimônia para celebrar o amor, acabou se tornando um mote para o ódio. No México, um casal preparou sua cerimônia de união com uma temática polêmica: enquanto a noiva usava um vestido branco e uma faixa vermelha com o desenho da suástica no braço, o noivo vestia um uniforme da SS, organização paramilitar do Partido Nazista de Adolf Hitler.

Fernando e Josefina casaram em uma igreja de Tlaxcala, no México, no último dia 29 de abril, um dia antes do aniversário de morte de Adolf Hitler me sua esposa, Eva Braun. Os dois saíram da igreja em um Volkswagen Fusca criado por Ferdinand Porsche a pedido de Adolf Hitler. O veículo também estava ornado com suástica. 

 


Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo o portal G1, Fernando já havia entrado na mesma igreja, com o mesmo padre, para o batizado de seus dois filhos. O menino foi batizado como Reinhard, homenagem ao general Reinhard Heydrich, chefe da SS e uma das mentes que arquitetaram o Holocausto.

A filha se chama Hannah Gertrud, em homenagem a Hanna Reitsch, uma piloto que teria salvo Hitler, e Gertrud Scholtz-Klink, ex-presidente da ala feminina do partido nazista.

Após as polêmicas, Fernando diz ter sofrido diversos problemas na rua, desde cuspirem na direção dele até apontarem uma arma e o chamarem de nazista.

 

Os noivos mexicanos saíram da igreja em um Fusca, modelo de carro a pedido do líder nazista Adolf Hitler.
Os noivos mexicanos saíram da igreja em um Fusca, modelo de carro a pedido do líder nazista Adolf Hitler. (Foto: Reprodução/Facebook Simon Wiesenthal Center)

A organização judaica de direitos humanos Simon Wiesenthal Center, com sede na Argentina, pediu ao governo mexicano que condenasse a celebração.

"Nossa instituição condena veementemente a distorção e banalização da memória de seis milhões de irmãos judeus no Holocausto e o desprezo daqueles que negam ou distorcem a história", diz o diretor Ariel Gelblung em publicação no site da organização.

Apesar das diversas críticas de usuários de redes sociais e organizações que lutam contra o neonazismo, até o momento, o governo mexicano não se posicionou sobre o acontecido.

Símbolos nazistas

A suástica é um símbolo que vem do sânscrito, sagrado para os hindus, mas que foi deturpada por acadêmicos eugenistas, que viam os alemães, como uma "raça" superior. Hitler se apropriou desse discurso e popularizou o símbolo em sua propaganda nazista.

A SS, organização paramilitar nazista, foi responsável pela morte de mais de sete milhões de pessoas: dentre eles, seis milhões eram judeus. Os dados são da Enciclopédia do Holocausto.

Além de judeus, LGBTs, ciganos, pessoas com deficiência e outros que não se encaixavam no que Hitler pregava pertencer à "superioridade ariana" eram exterminados.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar