Participamos do

Nova rodada de negociação de cessar-fogo entre Rússia e Ucrânia começam nesta segunda

Delegações das duas ex-nações soviétivas vão se reunir em Istambul, na Turquia, para tentar encontrar um denominador comum para encerrar a invasão
17:10 | Mar. 27, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

As delegações russas e ucranianas vão se reencontrar, a partir desta segunda-feira, 28, na Turquia, para retomar negociações presenciais por cessar-fogo, anunciou neste domingo, 27, David Arakhamia, um dos negociadores ucranianos.

Durante uma conversa telefônica na noite de domingo, "(o presidente turco Recep Tayyip) Erdogan e o chefe de Estado russo (Vladimir) Putin concordaram em realizar a próxima rodada de negociações entre as delegações russa e ucraniana em Istambul", disse o comunicado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os dois chefes de Estado discutiram o processo de negociação, com Erdogan dizendo a seu homólogo russo que a Turquia estava pronta para fazer "qualquer contribuição necessária" para estabelecer um cessar-fogo na Ucrânia e "melhorar a condição humanitária na região".

Um pouco antes, um dos negociadores ucranianos, David Arakhamia, havia anunciado que uma nova rodada seria realizada de segunda a quarta-feira na Turquia, sem especificar o local.

O negociador-chefe russo, Vladimir Medinsky, citado pelas agências russas, disse que elas ocorreriam na terça e quarta-feira, sem especificar o lugar.

A Presidência turca não especificou a data exata da reunião e não ficou claro o que exatamente iria ser discutido.

Uma sessão de negociações russo-ucranianas, de forma presencial, já foi realizada no dia 10 de março na cidade de Antália, na Turquia, entre os Ministros de Relações Exteriores, sem conduzir a avanços concretos.

Desde então, as conversas têm continuado por videoconferência, o que ambas as partes consideram difícil.

"O processo de negociação é muito difícil", disse, na sexta-feira, o Chefe da Diplomacia ucraniana, Dmytro Kuleba, negando qualquer "consenso" com Moscou.

Um pouco antes, o presidente turco, Recep Tayip Erdogan, havia assegurado que a Rússia e a Ucrânia estavam de acordo em quatro dos seis pontos da negociação.

"Não há consenso com a Rússia sobre os quatro pontos mencionados pelo Presidente da Turquia", disse Kuleba, mas elogiou os esforços diplomáticos" de Ancara para pôr fim à guerra.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar