Participamos do

Maior aeronave do mundo é destruída durante ataque russo à Ucrânia

Avião foi construído na década de 1980 e possuía 175 toneladas e oitenta e quatro metros de comprimento
21:24 | Fev. 27, 2022
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A maior aeronave do mundo, o avião de carga Antonov-225 Mriya, foi queimado durante um ataque russo. O caso aconteceu no aeroporto Hostomel, perto da capital ucraniana Kiev. De acordo com o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, em declaração nas redes sociais, a restauração do avião custaria mais de US$ 3 bilhões e levaria muito tempo.

LEIA MAIS: "Primo" do avião destruído em ataque russo na Ucrânia já esteve em Fortaleza; veja imagens

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A destruição do avião é uma perda expressiva para a história da aviação mundial. A aeronave Mriya ("sonho'', em tradução para o português) foi desenvolvida pela Ucrânia na década de 1980. O avião tinha como objetivo dar suporte ao programa espacial da União Soviética. Ele transportou o ônibus espacial Buran (“neve”, em tradução), primeiro de sua linha produzido pelo programa soviético.

"Esta foi a maior aeronave do mundo, AN-225 'Mriya' ('Dream' em ucraniano). A Rússia pode ter destruído nosso ‘Mriya’. Mas nunca poderão destruir o nosso sonho de um Estado europeu forte, livre e democrático. Vamos prevalecer!", declarou o ministro Dmytro Kuleba.

O Mriya possuía oitenta e quatro metros de comprimento, 88 metros de envergadura (distância entre a ponta das asas) e 175 toneladas (sem carga ou combustível). A aeronave contava ainda com 32 rodas e seis motores.

Tenha acesso a todos os colunistas. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente