PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

"Ele era um grande gigante doce", lembra irmã de George Floyd durante funeral

Durante funeral público em homenagem ao americano negro assassinado por policial branco, o reverendo Al Sharpton afirmou ser o momento de dizer "Tirem seus joelhos do nosso pescoço!"

11:06 | 05/06/2020
Velório de  George Floyd, nos EUA (Foto: CHANDAN KHANNA / AFP)
Velório de George Floyd, nos EUA (Foto: CHANDAN KHANNA / AFP)

O primeiro evento em homenagem a George Floyd, homem negro assassinado em 25 de maio durante ação policial em Minneapolis (EUA), foi realizado nessa quinta-feira, 5, com a presença da família, amigos e público. No campus da North Central University, a cerca de três quilômetros de onde Floyd foi morto, o ex-segurança foi lembrado como pai gentil, amoroso e defensor de qualquer injustiça.

“Ele era um grande gigante doce”, comenta a irmã Bridgett Floyd ao veículo estadunidense CBS News, afirmando que sentirá saudades dos abraços de George. "Queria que ele estivesse na presença, em carne, para ver essa grande unidade", completou Terence Floyd, irmão do homenageado. "Ele defenderia qualquer injustiça em qualquer lugar.”

George tinha 46 anos e sua morte, asfixiado pelo policial Derek Chauvin, mobilizou o mundo em protestos antirracistas e antisfascistas. Durante o funeral, o reverendo Al Sharpton afirmou que a história de Floyd é “a história dos negros”: “Desde 401 anos atrás, a razão pela qual nunca poderíamos ser quem queríamos e sonhamos é porque você [sociedade racista] mantinha o joelho no nosso pescoço. É hora de nos levantarmos em nome de George e dizer: 'Tirem seus joelhos do nosso pescoço!'"

LEIA TAMBÉM | Vidas Negras Importam: movimento norte-americano traz luz à desigualdade racial no Brasil

+Promotoria endurece acusações contra policial que asfixiou George Floyd e inclui outros três agentes no processo

+Protestos contra a morte de George Floyd chegam à Europa

Em determinado momento, o reverendo pediu para que os presentes levantassem, em silêncio, por oito minutos e 46 segundos. Esse foi o período de tempo em que o policial branco Derek Chauvin pressionou o joelho no pescoço de Floyd, apesar dos gritos do ex-segurança avisando que não conseguia respirar. Muitas pessoas choraram enquanto prestavam o luto silencioso ao pai de Gianna Floyd, de apenas 6 anos de idade.

Mais quatro eventos em homenagem a George Floyd acontecerão nos próximos dias. Neste sábado, 6, uma homenagem pública e um velório só para familiares ocorrerão em Raeford, na Carolina do Norte. Já entre segunda-feira, 8, e terça-feira, 9, um velório público e um sepultamento privado serão realizados em Houston, Texas, cidade onde o homem cresceu.

Com informações da CBS News.