Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Acúmulo de água e lixo aumenta riscos de doenças no bairro Aeroporto, em Fortaleza

Trecho final da avenida Senador Carlos Jereissati tem focos propícios para o mosquito da dengue

Como resultado do acúmulo de lixo em ambientes não apropriados e as chuvas das últimas semanas, Fortaleza tem registrado focos do Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya, zika e a febre amarela urbana. No bairro Aeroporto, moradores relatam que poças d'água têm sido local propício para a proliferação do mosquito em trechos da avenida Senador Carlos Jereissati. O lixo amontoado em sacolas plásticas e espalhado sobre o solo foi visto no espaço da avenida pela equipe da rádio O POVO CBN, nesta segunda-feira, 30.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) recomenda que, para os casos em que o foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos moradores, como em terrenos baldios ou lixo acumulado na rua, a Secretaria Municipal de Saúde da Cidade deve ser acionada para remover os possíveis criadouros.

Em nota, a Secretaria da Gestão Regional (Seger), por meio da Regional IV, informa que programou para esta semana o envio de uma equipe à avenida Senador Carlos Jereissati, no bairro Aeroporto, para realizar a limpeza do local.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“A gestão municipal reforça que a população deve ser parceira da Prefeitura, colocando lixo apenas nas suas calçadas nos dias de coleta. O bairro Aeroporto conta com coleta de lixo domiciliar realizada de forma frequente, todas às terças, quintas e sábados. Além disso, materiais de grandes volumes, como móveis velhos, podas de árvores e pequenas quantidades de entulhos, podem ser direcionados a um dos 90 Ecopontos espalhados pela Cidade”, notifica.

A Seger pontua ainda que a população pode denunciar quem descarta lixo em local irregular ou solicitar limpeza de espaços públicos por meio da Central 156, por telefone ou aplicativo.

No início deste mês de março, o prefeito de Fortaleza José Sarto anunciou investimentos em força-tarefa para recuperação asfáltica, limpeza urbana e iluminação pública. A promessa da gestão é de, em um prazo de 100 dias — contados a partir do último dia 16 de maio — eliminar lixo e buracos da Cidade.

Como evitar a proliferação do mosquito Aeges Aegypti em casa:

- Tampe os tonéis e caixas d’água;
- Mantenha as calhas sempre limpas;
- Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
- Mantenha lixeiras bem tampadas;
- Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
- Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
- Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
- Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Fonte: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar