Participamos do

Famílias escolhem celebrar o Dia das Mães ao ar livre em Fortaleza

Mães e filhos comemoram data pela primeira vez fora de casa após momentos mais críticos da pandemia
13:59 | Mai. 08, 2022
Autor Alexia Vieira
Foto do autor
Alexia Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Depois de dois anos longe de pessoas que amam ou enclausurados em casa para se proteger da pandemia, algumas famílias de Fortaleza escolheram comemorar o Dia das Mães em locais ao ar livre. A natureza, a arte e as atividades para as crianças foram os principais atrativos para quem resolveu passar a data no Parque do Cocó e no Complexo Cultural Estação das Artes Belchior.

LEIA MAIS | Dia das mães: confira a programação especial nas praças de Fortaleza neste domingo, 8

Para Maria da Conceição Sousa Vidal, 69, os últimos dois Dias das Mães foram incompletos. Ela, que tem 10 filhos, só pôde passar a data com uma das filhas. Neste domingo, no entanto, conseguiu reunir filhos, netos e bisnetos no gramado do Parque. “Ano passado foi muito ruim. É bom todo mundo junto. Só não tô mais satisfeita porque não estão todos”, disse.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para as mães de Benjamin Varella, 2, a comunicadora Simone e a fisioterapeuta Florinda, este é o primeiro Dia das Mães que podem comemorar fora de casa. “[Ano passado] era pandemia, então a gente só tá podendo aproveitar agora”, explicou Simone. O “bebê da pandemia”, como Simone o descreveu, agora é frequentador assíduo do Cocó junto das mães.

O Parque do Cocó teve atrações das 7h às 12h, com a programação tradicional de todos os domingos do projeto Viva o Parque. Também presente no Sítio Curió, no Rio Maranguapinho e no Parque Estadual Botânico de Caucaia, o projeto promove atividades como yoga, tai chi chuan, biodança, zumba, dança de salão, aeróbica, slackline, recreação infantil com contação de história, brincadeiras tradicionais, oficinas, circuito de cross kids, cama elástica, parede de escalada e outras mais.

LEIA MAIS | As maternidades e a desconstrução da "mãe perfeita" em várias linguagens

Arte e culinária

 

Já no Complexo Cultural Estação das Artes, no Centro de Fortaleza, a programação incluiu feiras gastronômicas, show de DJ, espetáculo de teatro infantil, oficinas de artes para crianças e oficinas de gastronomia para adultos. O local funciona das 8h às 12h, todos os domingos, com atividades gratuitas.

Em 2021, o Dia das Mães da assistente social Regislany Morais, 34, passou “em branco”, já que não era possível comemorar fora de casa. Neste, a alegria dela é ver a filha Sofia, 2, nas oficinas de artes. “Passar o Dia das Mães aqui faz todo sentido. Nós somos uma família que incentiva a arte para ela. Ela todo domingo vem, porque é o lugar que a gente encontra disponibilidade de atividades artísticas para crianças”, explica.

LEIA MAIS | Com reforço policial, comércio funciona normalmente no Dia das Mães em Fortaleza

Além da programação, a história do lugar foi o que levou a professora Angélica Brandão, 47, a levar a mãe, Francisca Dulce Lopes, 84, para conhecer o novo uso dado à Estação. Escutar as histórias sobre as viagens da mãe de Fortaleza à Crateús de trem foi uma das maneiras de Angélica se conectar com o passado e as vivências de Francisca neste domingo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar