Participamos do

Domingo de Ramos: 1ª missa presencial da pandemia é celebrada na Catedral Metropolitana

A Catedral disponibilizou quatro horários de missas durante o dia de Domingo de Ramos para evitar aglomerações
12:57 | Abr. 10, 2022
Autor Catalina Leite
Foto do autor
Catalina Leite Repórter do OP+
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Entre minutos de silêncio, ramos no ar e leituras de passagens da Bíblia, a Catedral Metropolitana de Fortaleza celebrou o primeiro Domingo de Ramos presencial em dois anos de pandemia. A missa começou às 9 horas e seguiu até as 11 horas, presidida pelo arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio.

A marca data o começo da Semana Santa que termina no próximo Domingo de Páscoa. Por causa do avanço da vacinação e a eficácia de medidas de proteção, este foi o primeiro ano depois do início da pandemia em que foi possível frequentar a igreja para ouvir as missas. Mesmo assim, a Catedral recebeu cerca de metade da capacidade na primeira celebração do dia.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para o arcebispo, a ausência de lotação é uma boa notícia. “O pessoal foi bem educado, porque não veio todo mundo que costuma vir. Mas o pessoal está segurando, porque a gente quer que todos tomem cuidado”, comemora. Aliás, é por isso que a Catedral definiu quatro horários para este domingo: 9 horas, 11 horas e, à tarde, às 17 horas e às 19 horas.

A família da professora Danielle Amaral, 36, recebeu com muita alegria a possibilidade de voltar a celebrar os dias sagrados presencialmente. Durante a pandemia, os filhos de 3 anos, 1 ano e outro de 6 meses (ainda na barriga) estavam sendo introduzidos aos ritos de modo virtual e pela televisão.

Mas com a retomada, os pais e as crianças já participaram da missa no Dia de São José e, agora, do Domingo de Ramos. Para o resto da Semana Santa, o plano é participar dos atos litúrgicos na Catedral e do retiro da comunidade Shalom.

Homilia

Na homilia, o arcebispo retomou o tema da Campanha da Fraternidade de 2022: Fraternidade e Educação. Ele comentou sobre a importância de oferecer uma educação que vá além da instrução técnica e permita também o desenvolvimento humanitário entre as pessoas.

“Se os pais são os primeiros educadores dos filhos, se quem tem mais experiência tem responsabilidade por uma nova geração, as pessoas que transmitem conhecimento têm que transmitir valores, não somente espertezas”, completou em entrevista ao O POVO.

“Porque a esperteza dá guerra, dá uma injustiça na distribuição dos bens e das necessidades das pessoas. A humanidade se destrói quando não há o respeito pelo outro, como deve ser. E a educação é o caminho para isso [o respeito].

Programação da Semana Santa

Dia 14 de abril - Quinta-feira

8h - Missa da Unidade ou Santos Óleos presidida pelo Arcebispo Metropolitano e concelebrada por todo o clero.

18h30min - Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés, presidida por Dom José Antonio.

Dia 15 de abril - Sexta-feira

9h - Liturgia das Horas e

15h - Celebração da Paixão e Morte do Senhor, com Dom José Antonio.

Dia 16 de abril - Sábado

9h - Liturgia das Horas

20h - Solene Vigília Pascal, com Dom José Antonio.

Dia 17 de abril - Domingo da Ressurreição do Senhor - Páscoa

Missas às 9h, 11h e 17h.

18h30min - Missa Solene da Ressurreição, presidida por Dom José Antonio, Arcebispo de Fortaleza.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar