Participamos do

Fase piloto de projeto que promete mais segurança em paradas de ônibus deve ir até julho

Segurança e estrutura de parte significativa dos pontos de ônibus da Cidade precisam ser reformados, conforme apontam passageiros
22:36 | Fev. 22, 2022
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O primeiro ponto de ônibus revitalizado pelo projeto Parada Segura, da Prefeitura de Fortaleza, foi entregue na última sexta-feira, 18, em frente à Igreja de Fátima. As melhorias incluem uma reformulação da iluminação pública, conexão Wifi, câmera de videomonitoramento e acessibilidade, com rebaixamento da calçada e piso tátil. A previsão da gestão municipal é que 200 pontos sejam entregues na Capital até o fim de 2024. A fase piloto, com nove paradas, deve ir até julho, segundo a Prefeitura.

Passageiros ouvidos pelo O POVO na noite desta segunda-feira, 21, elogiaram a mudança e cobraram que a expansão para outras estações da cidade aconteça conforme o planejado. A conexão Wifi também foi destacada pelos passageiros como de boa qualidade em parte significativa das ocasiões.

Em teste realizado pela reportagem, o acesso foi satisfatório, com boa resposta para o uso de redes sociais e do aplicativo da prefeitura Meu Ônibus, que permite acompanhar o trajeto em tempo real dos veículos. Para efetuar a conexão, são solicitados dados pessoais, como nome completo, data de nascimento e CPF.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A pensionista Maria Lúcia Gomes, 67, disse que o novo modelo realmente trouxe uma sensação de mais segurança. Ela ressalta, no entanto, que muitas paradas da Cidade carecem de uma estrutura mínima para os passageiros. “Quando tá chovendo em uma parada que não tem o piso dessa qualidade, é pior ainda, porque vira lama”, critica.

 

A acessibilidade para pessoas com deficiência foi um dos elementos que chamou a atenção do profissional da saúde Tiago Ferreira, de 21 anos. “Se todas as estações de ônibus seguirem o modelo desta, vai ficar cada vez mais confortável para todos esperarem o transporte”, argumenta. Apesar das melhorias, o trabalhador pontua que a segurança pública segue sendo o ponto mais sensível no sistema de transporte da Capital, especialmente em algumas paradas específicas.

Ferreira sugere ainda que a administração da Capital amplie as placas com informação do itinerário das linhas de ônibus instaladas nas estações. “Seria interessante porque esclarece muitas dúvidas, já que nem todo mundo tem acesso à internet para ver os horários dos ônibus”, explica. Virtualmente, o serviço está disponível por meio do aplicativo Meu Ônibus e do site oficial da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

O projeto Parada Segura é realizado em parceria com o Instituto Sueco, agência governamental do país europeu, e é coordenado pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova). Já a execução é realizada pela Etufor e outros órgãos da gestão municipal da Capital. A ideia para implementação do projeto surgiu a partir de trocas com da equipe da Prefeitura de Fortaleza com profissionais de outros países, em um evento em Medellín, na Colômbia.

Fase piloto deve ouvir passageiros e aprimorar modelo, diz Prefeitura

Nesta fase inicial, em que nove estações serão reformadas para atender aos requisitos estabelecidos, a intenção é ouvir os usuários e propor melhorias para as próximas estações, conforme explica Taís Costa, coordenadora do Laboratório de Inovação de Fortaleza (Labifor). Ela ponderou que este entendimento, obtido por meio de pesquisas, será fundamental para ajustar o processo para a ampliação pretendida até 2024.

Costa explica que as paradas foram escolhidas para o projeto piloto com base em alguns critérios, como o nível da demanda de passageiros e o uso noturno, quando a sensação de insegurança entre os usuários é maior. Entre os bairros contemplados nesta primeira fase estão Benfica, Dionísio Torres, Messejana e Carlito Pamplona. (Veja lista completa das primeiras nove paradas no fim da matéria)

“Para realizar esse projeto, nós começamos a pensar como poderíamos melhorar as paradas. Nosso objetivo não é fazer uma parada high-tech, mas aprimorar as funções que o local passa a ter, possibilitando que isso seja escalado para toda a Cidade”, enfatiza. A coordenadora destaca que a parceria com a Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec) permitirá com que as imagens das câmeras instaladas nas paradas sejam integradas ao sistema da pasta.

A disponibilização de conexão Wifi e a integração com o aplicativo Meu Ônibus também é um fator importante para reduzir o tempo de exposição ao risco na parada, como defende Taís. “Se ainda falta muito tempo para o ônibus chegar, o passageiro pode aproveitar para fazer outra coisa que necessite nas proximidades e retornar a tempo de embarcar no coletivo”, acrescenta.

Saiba quais serão as primeiras nove estações revitalizadas na fase piloto*

1- Av. 13 de maio (Igreja de Fatima)
2- Av. 13 de maio (Shopping Benfica)
3- Av Frei Cirilo - Messejana (Cometa Supermercado)
4- Av. Frei Cirilo - Messejana (Drogasil)
5- Av. Jucelino Kubtschek - Passaré (Mesmo lado - Mercadão Sempre Aki)
6- Av. Jucelino Kubtschek - Passaré (Lado oposto - Mercadão Sempre Aki)
7- Av. Imperador - Centro (Secretaria Municipal de Saúde) próximo a Rua Pedro Pereira
8- Av. Francisco Sá -Carlito Pamplona (Pague Menos) próximo Av. Dr. Theberge
9- Av. Des. Moreira - Dionisio Torres (defronte ao colégio Santo Inácio)

*A previsão para conclusão desta primeira fase é até julho deste ano

Fonte: Prefeitura de Fortaleza

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags