Participamos do

Banhistas frequentam praia de Fortaleza mesmo com manchas de óleo na areia

A Barra do Ceará é uma das seis praias de Fortaleza que registraram manchas de óleo durante a atual leva de piche no litoral cearense
11:28 | Fev. 12, 2022
Autor Alexia Vieira
Foto do autor
Alexia Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Sem saber que as manchas de óleo tinham atingido a praia da Barra do Ceará, em Fortaleza, banhistas andavam na areia de forma despreocupada na manhã deste sábado, 12. O piche foi visto no local pela primeira vez nessa quinta-feira, 10, tendo a presença confirmada pelas autoridades ambientais no dia seguinte. As manchas de óleo já atingem pelo menos 40% das praias do Estado.

Devido ao tamanho pequeno das manchas, a enfermeira Lívia Karine Mendes, 31, só percebeu o óleo na areia quando olhou para a planta do pé e viu que tinha pisado em um dos pedaços de piche. “Eu não sabia que tava com óleo, se soubesse não tinha vindo”, admite.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Yuri Pinheiro Soares, 26, sempre vai até a praia da Barra aos sábados para pescar, tomar banho de mar e caminhar com o pai. Neste sábado, os dois não conseguiram nenhum peixe. “Não tá dando peixe, o mar tá muito sujo. Os surfistas tavam reclamando também”, disse.

Quando chegaram à praia, perceberam logo a presença do óleo, mas decidiram tentar pescar mesmo assim. “Já estamos aqui, a gente tenta, mas não tá dando muito certo”, falou o consultor de vendas. Também com os pés sujos de piche, os dois decidiram ir embora mais cedo do que de costume, às 9 horas.

A Barra do Ceará é um dos 22 pontos do litoral de Fortaleza que está impróprio para banho, segundo o relatório de balneabilidade divulgado pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) nessa sexta. O órgão orienta que banhistas não frequentem áreas em que as manchas de óleo foram avistadas.

O óleo é um material potencialmente tóxico e não deve ser tocado, ingerido ou inalado. Caso o banhista entre em contato com o piche, é necessário lavar a pele com água e sabão até que ele seja removido.

A limpeza, segundo a Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema), está sendo feita pelos órgãos ambientais das prefeituras de cada município e recolhidos pela Semace. Até o último boletim divulgado na sexta, 4 mil litros de óleo foram retirados das praias do Ceará.

Veja a lista de municípios e praias atingidas pelo óleo até sexta-feira (11/02):

1. Aracati (Litoral Leste) – Cumbe, Canoa Quebrada, Majorlândia,
Quixaba, Fontainha e Lagoa do Mato;
2. Fortim (Litoral Leste)- Praia Canoé e Praia do Forte;
3. Beberibe (Litoral Leste) - Praia do Parajuru e Prainha do Canto
Verde;
4. Cascavel (Litoral Leste) - Barra Nova, Barra Velha, Águas Belas e
Caponga;
5. Aquiraz (Fortaleza e Região Metropolitana) - Porto das Dunas,
Japão, Prainha, Marambaia, Praia Bela, Praia do Presídio, Praia do Iguape,
Praia do Barro Preto e Praia do Batoque;
6. Fortaleza (Fortaleza e Região Metropolitana) – Praia da
Abreulândia, Praia da Sabiaguaba, Praia do Futuro, Praia do Cais do Porto/
Serviluz, Praia da Leste Oeste/Formosa e Praia da Barra do Ceará;
7. Caucaia (Fortaleza e Região Metropolitana) – Praia do Cumbuco,
Praia do Cauípe, Praia do Icaraí e Praia da Tabuba;
8. São Gonçalo do Amarante (Fortaleza e Região Metropolitana)
Praia da Taiba, Praia do Pecém, Praia de Barramar e Praia da Colônia;
9. Paracuru* (Litoral Oeste) – Praia do Quebra Mar, Praia Pau
Enfincado e Praia do Vapor;
10. Paraipaba (Litoral Oeste) – Praia de Lagoinha, Praia do Porto
Velho, Praia do Capim Açú;
11. Trairi (Litoral Oeste) – Praia de Cana Brava e Praia de Guajiru;

*Paracuru não informou o nome de todas as 22 praias da cidade atingidas pelo óleo até o fechamento do boletim da Sema desta sexta-feira, 11.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags