Participamos do

Vapt Vupt da Messejana registra aglomeração de pessoas em busca de agendamento

O site da unidade não apresenta novas datas para agendamento, e pessoas buscaram atendimento presencialmente
09:54 | Jan. 13, 2022
Autor Euziane Bastos
Foto do autor
Euziane Bastos Repórter Estagiária de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um grupo de pessoas se aglomerou na entrada do Vapt Vupt da Messejana na manhã desta quinta-feira, 13. Segundo relatos, o sistema da unidade não estaria apresentando novas datas para agendamento. Sob o sol das 9 horas da manhã, os indivíduos, inclusive idosos, aguardaram o atendimento para solicitar RGs, cadastro no Sine/IDT, dentro outros serviços oferecidos pela unidade pública. As informações são repórter Mônica Damaesceno, da rádio O POVO CBN.

LEIA MAIS | Pais solteiros receberão R$ 3 mil de retroativo do Auxílio Emergencial; entenda

Verificado pelo O POVO na manhã desta quinta, 13, o site da unidade não apresentava novas datas para agendamento em janeiro. No local, os presentem optaram por procurar espécie de "banca" que realiza o agendamento por um valor de R$ 5, contudo, com o sistema fora do ar, não estava sendo possível realizar o atendimento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Site do Vapt Vupt não apresenta novas datas para agendamento em janeiro
Site do Vapt Vupt não apresenta novas datas para agendamento em janeiro (Foto: Reprodução)

 

O pedreiro Gilson da Silva Carvalho, 48, chegou à unidade às 7 horas e estava aguardando ser atendido desde o dia anterior, quando sua filha tentou realizar o agendamento: "Não deu certo. O sistema estava fora do ar". Ainda segundo ele, a burocracia para ser atendido na unidade é grande. "Estou aqui esperando enquanto perco um dia de trabalho para tentar o objetivo que a gente quer, mas não estou conseguindo", afirmou Gilson.

LEIA MAIS | Anúncio do novo decreto estadual marca insegurança na hora de planejar festa de casamento

Patrícia Paulino, que também aguardava atendimento no local, está desempregada e buscava o cadastro na plataforma Sine/IDT há mais de uma semana. "Eu não consigo agendar para ver se tem vaga aqui no Sine, aí estou na fila aqui, mas está fora do ar. A minha expectativa é voltar para cada mais uma vez sem emprego", disse.

LEIA MAIS | Novos Talentos: curso para estudantes de Jornalismo está com inscrições abertas até dia 24

Em entrevista à rádio O POVO CBN, também na manhã desta quinta-feira, 13, o coordenador de cidadania da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos humanos (SPS), Tadeu Lustosa, explicou que existia uma demanda para a melhoria e aumento dos atendimentos que vinha sendo avaliada desde o início de 2020, em parceria com a Perícia Forense (Pefoce).

Com o início da pandemia, os atendimentos nos Vapt Vupts tiveram que ser reduzidos e ficaram suspensos por dois meses em maio de 2020. "A demanda aumentou", afirmou Tadeu. "Nós temos uma limitação de vagas no nosso sistema de agendamento imposta pelo órgão que emite a documentação e, junto a esse órgão, estamos buscando ampliar a oferta de serviço", concluiu o coordenador.

Lustosa também citou a abertura de uma nova unidade da Central da Cidadania na Câmara Municipal e de um posto emergencial no bairro Papicu como alguns dos exemplos desse esforço para o aumento dos atendimentos.

Conforme ele, a SPS realiza 20 a 30 agendamentos presenciais por dia em cada unidade para pessoas que não conseguem agendar virtualmente. Dentro dos Vapt Vupts também existe um setor chamado "É Vapt", que funciona como um centro de ajuda às pessoas que não entendem muito de tecnologia ou não possuem acesso à internet. Isso, conform ele, é para evitar que o cidadão pague alguém "por fora" para ajudá-lo.

Atualizada às 14h40min

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags