Participamos do

Criança de 9 anos é atingida por tiro de raspão ao chegar à escola no Bom Jardim

Prefeito de Fortaleza, José Sarto, informou que a criança foi levada ao IJF e não corre risco de morrer
11:22 | Dez. 15, 2021
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma criança de 9 anos foi atingida por um tiro de raspão quando chegava à escola da rede municipal, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza, na manhã desta quarta-feira, 15. A informação foi divulgada pelo prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), por meio de redes sociais.

O gestor afirmou que conversou com a família da vítima, que foi socorrida ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro. A vítima realizou exames e não corre risco de morrer.

De acordo com a Secretaria Municipal da Educação (SME), as aulas na escola foram suspensas nesta quarta-feira, 15. A equipe do Serviço de Psicologia Escolar da Rede Municipal acompanhará o caso.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O prefeito afirmou que determinou às equipes da Prefeitura de Fortaleza que prestem todo o amparo para a criança e os seus familiares, além da comunidade escolar, com acompanhamento psicológico e de assistência social.

"Lamento muito que isso tenha acontecido, mas não vamos admitir que esse crime fique sem punição. Por isso, cobrei das autoridades de segurança pública que rigorosa investigação para que os culpados sejam identificados e recebam a devida pena. Nossas escolas são e devem ser lugares de aprendizado, alegria e segurança. E continuarei trabalhando para isso", finaliza o gestor.

Aulas foram suspensas nesta quarta-feira

A Secretaria Municipal da Educação (SME) informa que, na manhã desta quarta-feira (15/12), uma criança de nove anos, estudante da Rede Municipal de Ensino, foi atingida por uma bala de raspão na cabeça, no bairro Bom Jardim, quando estava no entorno da escola. A aluna foi socorrida para uma unidade hospitalar e, neste momento, apresenta quadro estável. Ela segue realizando exames e está sendo acompanhada pelos especialistas do hospital.

A SME lamenta o ocorrido e determinou que seja prestado todo apoio à família da aluna, assim como a toda a comunidade escolar. A equipe do Serviço de Psicologia Escolar da Rede Municipal acompanhará o caso e realizará todo o atendimento necessário.

A Secretaria reforça, ainda, que está colaborando com as autoridades de segurança para as devidas investigações sobre o caso. As aulas na unidade escolar foram suspensas nesta quarta-feira (15/12).

Em relação ao acesso à unidade escolar, a gestão da educação municipal destaca que prioriza o diálogo com a comunidade escolar e todas as decisões são tomadas de forma consensual. A SME informa que tomará as providências necessárias para garantir o melhor acesso dos alunos, pais, professores e profissionais à escola.

SSPDS afirma que diligências buscam identificar autores de tiros que atingiram criança 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) estão em diligências por toda a região do bairro Granja Lisboa, na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2) de Fortaleza, visando identificar os autores de uma ocorrência de disparo de arma de fogo, que resultou em uma criança lesionada. O fato foi registrado na manhã desta quarta-feira (15). Uma composição do Grupo de Segurança Escolar (GSE) do Batalhão de Policiamento de Prevenção Especializada (BPEsp) da PMCE também foi deslocada até o local.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio 32º Distrito Policial (DP), conduz as investigações acerca da ocorrência. Conforme informações preliminares, indivíduos realizaram disparos de arma de fogo em via pública. Durante a ação criminosa, uma criança de nove anos foi atingida e socorrida. Diligências e oitivas estão em andamento neste momento.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As informações podem ser direcionadas ainda para o (85) 3101-6104, do 32º DP. O sigilo e o anonimato são garantidos.

 

Atualizada às 18h45min

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags