Participamos do

Incêndio no TJCE: Defesa Civil está no local e avalia os danos ao prédio; veja vídeo

Fogo teve início no almoxarifado do órgão. Expediente presencial do dia foi suspenso. Dois seguranças ficaram levemente feridos
07:03 | Set. 06, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Atualizada às 10h40min

Um incêndio atingiu, na manhã desta segunda-feira, 6, a sede do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Localizado no bairro Cambeba, em Fortaleza, o órgão suspendeu o expediente presencial do dia (veja mais sobre o funcionamento do local abaixo). Ninguém ficou gravemente ferido.

Às 10 horas, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), Coronel Ronaldo Roque de Araújo, informou que a Defesa Civil está no local avaliando os danos causados à estrutura do prédio. "Estamos também entrando no prédio para avaliar possíveis causas", acrescenta. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo o TJCE, dois policiais que fazem a ronda noturna no Centro Administrativo tiveram apenas arranhões e não precisaram de atendimento médico. Desde as primeiras horas da manhã, a presidente do TJ, Naílde Pinheiro, está no local acompanhando as ações dos Bombeiros desde as 6h30.

O governador do Estado, Camilo Santana, chegou no local de helicóptero por volta das 8h30. Camilo acompanha o trabalho dos bombeiros no controle das chamas. No local estão também o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alec), Evandro Leitão, e os secretários da Segurança, Sandro Caron; e da Casa Civil, Chagas Vieira.

"O fogo ficou concentrado na recepção e no lado direito do prédio. Conseguimos fazer o trabalho preventivo para que não se expandisse a toda a estrutura", explica Coronel Ronaldo Roque de Araújo. "Criou maiores proporções porque é um ambiente que possui material combustível, papel, madeira, móveis, o que facilita a propagação do incêndio."

Araújo explica ainda que estrondos ouvidos no local se devem a expansão de ar nos compressores da central de ar-condicionado.

As chamas se iniciaram por volta das 4 horas no almoxarifado do prédio, no térreo, e atingiram até o segundo andar. No momento em que começou o incêndio, apenas profissionais que atuam na segurança do TJ estavam no local.

As causas do incêndio estão sendo investigadas e os danos serão avaliados pela Defesa Civil após as chamas serem debeladas completamente. Toda a área, que concentra o Centro Administrativo, está isolada.

A intensa fumaça causada pelo incêndio pode ser vista a partir de diversos bairros da Capital. 

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar estão no local desde as 4h18min, quando bombeiros do Quartel de Messejana chegaram ao local. Sessenta bombeiros foram acionados para o combate das chamas os bombeiros. Foram empregados cinco caminhões Auto Bombas Tanques e Salvamento, três guarnições de busca e salvamento, duas ambulâncias de atendimento pré-hospitalar, um caminhão pipa e a escada mecânica Magirus M42L-AS, que possui cinco lances de escada.

Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS foram acionadas para o local. A Enel também enviou equipes para o local a fim de interromper o provimento de energia elétrica e evitar outros danos.

Expediente suspenso

Devido ao incêndio, o TJCE suspendeu o expediente desta segunda-feira, 6. Outros órgãos públicos também adotaram a mesma decisão. Os servidores que chegam ao Centro Administrativo do Cambeba estão sendo orientados a voltar para casa e cumprirem suas atividades de forma remota.

A Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará (DPCE) também decidiu adotar o teletrabalho e emitiu nota de solidariedade. Leia o comunicado:

"A Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará (DPCE) lamenta o incêndio ocorrido nesta segunda-feira (6) na sede do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), localizada no Centro Administrativo do Cambeba, em Fortaleza, e se solidariza com membros, servidores, estagiários e colaboradores da instituição.

A Defensoria se coloca à disposição do TJCE para auxiliar no que for preciso quanto à recuperação dos danos e reafirma total apoio à presidente do Tribunal, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, nesse momento delicado da história de uma instituição tão necessária ao sistema democrático."

  

Com informações dos repórteres Mônica Damasceno/ Rádio O POVO CBN e Gabriel Borges

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags