Participamos do

Av. Antônio Sales terá limite de velocidade reduzido para 50 km/h

A nova sinalização visa reduzir a quantidade de acidentes registrados na avenida. De acordo com a AMC, foram registrados 600 acidentes no local nos últimos 5 anos
20:04 | Mai. 04, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A partir desta quarta-feira, 5, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) iniciará a implantação de um novo limite de velocidade na av. Antônio Sales. A sinalização passará a ser de 50 km/h e tem como objetivo aumentar a segurança de condutores e pedestres que circulam no trecho compreendido entre a Av. Aguanambi e a Rua Monsenhor Catão.

LEIA TAMBÉM | Fortaleza ganha painel com contagem de mortes no trânsito

Ações educativas vão orientar o fluxo de pessoas nos primeiros dias e será dado um período educativo de seis meses, a partir da conclusão da sinalização, para os motoristas se adaptarem ao novo limite de velocidade. A aplicação de penalidade só terá início após essa fase de educação no trânsito.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A medida faz parte da programação do Maio Amarelo, campanha que conscientiza sobre a segurança no trânsito. O local foi escolhido tendo em vista o alto índice de acidentes registrados. Segundo a superintendente da AMC, Juliana Coelho, a av. Antônio Sales vem se apresentando crítica em relação aos sinistros de trânsito registrados na via. “Nos últimos 5 anos, registramos 600 ocorrências na avenida, sendo 50% com vítimas. Os dados servem como alerta para que possamos criar condições de deslocamento seguras e salvar cada vez mais vidas”, afirma Coelho.

Em Fortaleza, o excesso de velocidade é o principal comportamento de risco no cometido. Conforme pesquisa realizada pelo órgão de trânsito, disponibilizada no Relatório Anual de Segurança Viária, 13% dos veículos excederam a velocidade no ano passado. O desrespeito é ainda maior quando o usuário é motociclista. Um a cada quatro motociclistas desrespeita o limite de velocidade.

LEIA TAMBÉM | Beira Mar, Aguanambi, vias da Aldeota e Varjota terão fiação subterrânea

Atualmente, a Capital possui 64 km de vias com velocidade de 50km/h. Na av. Leste-Oeste, primeira avenida contemplada com a intervenção, houve redução de 40,60% no quantitativo de atropelamentos e de 20,2% no índice de acidentes com vítimas. Em relação a acidentes envolvendo ciclistas, a queda foi de 23,9%. Já a estatística de acidentes fatais reduziu para 34,2%

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags