PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Fortaleza ganha painel com contagem de mortes no trânsito

O equipamento foi inaugurado para dar início a campanha Maio Amarelo, que neste ano tem como tema: "Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito"

Gabriela Almeida
21:24 | 03/05/2021
O painel mede 7 metros de altura por 3 metros de largura (Foto: Marco Moura)
O painel mede 7 metros de altura por 3 metros de largura (Foto: Marco Moura)

A Prefeitura de Fortaleza inaugurou, nesta segunda-feira, 3, o "Painel de Contagem de Vítimas Fatais no Trânsito", que pelos próximos anos deve contar o número de pessoas que morreram em acidentes desse porte na Capital. Instalado na Praça da Imprensa, localizada no bairro Dionísio Torres, o equipamento foi inaugurado para dar início a campanha Maio Amarelo, que neste ano tem como tema: “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”, e busca conscientizar motoristas sobre suas ações no tráfego.

De acordo com informações divulgadas pelo órgão, o painel tem "luminosidade em LED e mede sete metros de altura, com três metros de largura". Estampando a frase "contador de vítimas fatais", o aparelho é pintado com a cor da campanha e já apresentava, em foto divulgada nesta manhã, a informação de que desde o início deste ano 61 pessoas faleceram em Fortaleza em decorrência de acidente sofrido no trânsito.

| LEIA MAIS | 

Respeito e responsabilidade são tema da campanha Maio Amarelo

Ativista LGBT filiado ao PT é encontrado carbonizado; polícia apura motivação homofóbica

Pfizer chega hoje ao Ceará; Ministério adota 3 meses de intervalo

A campanha Maio Amarelo ocorre todos os anos e traz temáticas específicas, todas relacionadas a buscar diminuir o número de acidentes no trânsito. Neste ano, a Prefeitura vai focar suas ações ao motociclistas, " assegurando maior harmonia entre os mais diversos modais de deslocamento" e destacando a importância de respeitar pedestres e ciclistas. Várias ações educativas serão realizadas ao longo deste mês. 

Entre as atividades previstas, estão "o lançamento do Relatório Anual de Segurança Viária de 2020, o Centro da Mobilidade para Preservação de Vidas no Trânsito, o Projeto da Área de Trânsito Calmo no Centro, aliada à assinatura da Carta de Compromisso com a Organização das Nações Unidas (ONU), o Projeto Ponto do Entregador e a Consulta Pública do Plano de Segurança de Trânsito". 

Riscos de ultrapassagem indevida

Também aliada a campanha e fazendo ações de conscientização, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta tarde uma nota chamando a atenção quanto aos riscos que têm "ultrapassagens indevidas" feitas em rodovias, responsáveis por uma grande parcela das mortes. Em 2020, o órgão identificou mais de 292 mil manobras desse tipo em todo Brasil, número que é 18% maior ao apurado em 2019.

"Sem paciência para aguardar o momento oportuno e local em que a sinalização permita tal manobra, muitos condutores arriscam ultrapassagens. O alerta da PRF nesses casos não é para a multa de forçar ultrapassagem no valor de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir. É sobre preservar vidas. É sobre o respeito e a responsabilidade que devem ser praticados no trânsito", destacou órgão.

Para evitar que acidentes desse tipo ocorram a instituição tem intensificado a fiscalização focando nos trechos considerados "críticos de acidentalidade" em diversas rodovias do País. O órgão listou ainda cinco dicas orientando os motoristas a como se portarem em casos de ultrapassagem.

Confira orientações:

1: Ao realizar uma ultrapassagem, o motorista deverá, antes, verificar se há condições seguras para efetuar tal manobra, observar se os veículos que estão à frente e atrás já não sinalizaram a mesma intenção de ultrapassar; somente iniciar o procedimento se a faixa usada para ultrapassar estiver livre para o deslocamento e se a distância for adequada para que todo o trajeto seja feito sem colocar em risco nenhum veículo.

2: Averiguadas as condições de segurança, o motorista não pode esquecer de sinalizar com a seta que irá iniciar a manobra; realizar a ultrapassagem mantendo a distância de segurança; retornar a faixa e desligar a seta. Desta forma, aumenta-se a probabilidade de sua viagem transcorrer sem riscos. Lembre-se que a direção defensiva é uma ótima maneira de se proteger e zelar também pela vida do outro.

3: Na rodovia, há sempre aquele que por hora ultrapassa e, por vezes, é ultrapassado. Portanto, ao perceber que será ultrapassado tome algumas medidas de segurança: se estiver na faixa da esquerda, desloque-se para a da direita, mas sem acelerar a marcha; se estiver nas outras faixas, mantenha-se nela e não acelere a marcha. Essa recomendação é muito importante para os veículos maiores e lentos que, preferencialmente, devem se manter na faixa da direita.

4: No caso de lentidão do fluxo, por algum bloqueio adiante, tenha paciência e aguarde o momento oportuno e confiável para realizar ultrapassagem. Mas nunca pelo acostamento! Os passageiros do transporte coletivo, ciclistas e pedestres utilizam esse espaço para embarque e desembarque, além da locomoção. Como na velocidade incompatível, o tempo que se ganha na viagem realizando ultrapassagens proibidas no percurso não compensa o custo e riscos de ferir pessoas.

5: A ultrapassagem realizada em vias de duplo sentido de direção é a que mais provoca ocorrências graves, pelo fato de muitas resultarem em colisão frontal. Trechos com pouca visibilidade ou em curvas, aclives, passagens de nível, pontes, viadutos e para as travessias de pedestres, além de haver a proibição no código desse tipo de manobra, representam locais em que a cautela precisa prevalecer, pois existem altos riscos de sinistros. Por isso, é normal que encontremos a faixa contínua nesses locais.