PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Cães farejadores realizam busca de corpo desaparecido no Vila do Mar

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) e equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) estão fazendo revistas em terrenos no local

Mirla Nobre
14:37 | 16/02/2021
Homens do Corpo de Bombeiros usam cães farejadores para tentar localizar corpo de mulher que teria sido enterrado na região da Vila do Mar, após noite e madrugada violenta com registro de uma chacina (Foto: FÁBIO LIMA)
Homens do Corpo de Bombeiros usam cães farejadores para tentar localizar corpo de mulher que teria sido enterrado na região da Vila do Mar, após noite e madrugada violenta com registro de uma chacina (Foto: FÁBIO LIMA)

Cães farejadores realizam busca pelo corpo de uma mulher vítima de uma chacina no Vila do Mar, na altura da Barra do Ceará, em Fortaleza. Os crimes foram registrados na madrugada desta terça-feira, 16. Três corpos foram encontrados nesta manhã e duas pessoas feridas foram encaminhadas para o Instituto Doutor José Frota (IJF), enquanto outra está desaparecida. O corpo desta vítima estaria supostamente enterrado na região.

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) e equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) estão fazendo revistas em terrenos no local. Ao todo, três cães estão fazendo as buscas: um boiadeiro australiano e dois labradores, identificados como Nala, Tupã e Zeus.

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros Eliomar Alves Cordeiro, é necessário mais informações sobre as buscas para que os cães sejam direcionados para o local suspeito. “As informações chegam para a gente de forma limitada. Informam que o local é esse e que são corpos supostamente enterrados. A gente traz os cães para tentar localizar”, disse.

.
. (Foto: Fábio Lima/O POVO)

Leia Mais | Motorista de aplicativo é preso suspeito de levar vítimas ao local do crime no Vila do Mar

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) realizam diligências à procura dos suspeitos de participação nas mortes e tentativas de homicídios registradas na madrugada. Um inquérito policial foi instaurado no DHPP com o intuito de apurar as circunstâncias dos casos.

Denúncias

 

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Com informações da repórter Angélica Feitosa