PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Duas esposas de tripulantes que viajavam a Fortaleza chegam a Macaé para reconhecer corpos

Um cinco dos tripulantes desaparecidos é cearense.

10:25 | 05/02/2021
O mecânico automotivo e náutico José Cláudio de Sousa Vieira, de 54 anos, está desaparecido desde a última sexta-feira, 29 (Foto: Divulgação/Leitor Via WhatsApp)
O mecânico automotivo e náutico José Cláudio de Sousa Vieira, de 54 anos, está desaparecido desde a última sexta-feira, 29 (Foto: Divulgação/Leitor Via WhatsApp)

Chegaram ao Porto de Macaé, no Estado do Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira, 5, duas das esposas dos tripulantes desaparecidos no último dia 29 de janeiro. Elas farão o reconhecimento de dois corpos que podem ser da embarcação O Maestro. Eles estavam em viagem do Rio de Janeiro com destino a Fortaleza. Foram encontrados dentro da área de busca, a aproximadamente 50 quilômetros a leste do Farol de Cabo Frio. A informação foi divulgada por meio de nota pela Marinha do Brasil. A instituição ainda não divulgou se os corpos foram reconhecidos.

Para as buscas, uma área de mais de 55 mil km² já foi percorrida por navios e aeronaves da Marinha e da Força Aérea Brasileira, com faixa litorânea percorrida entre o Porto de Açu, em São João da Barra, e a Restinga de Marambaia, ambos localizados no Rio de Janeiro.

LEIA MAIS| Família de homens desaparecidos no mar vão ao Rio de Janeiro buscar informações

A tripulação saiu no sábado, 30 de janeiro, da capital fluminense rumo a Fortaleza. Eles chegaram a mandar um pedido de socorro à Marinha no mesmo dia.

O comando do 1º Distrito Naval afirmou que as buscas começaram no dia 31, domingo, logo após tomar conhecimento do suposto naufrágio da lancha, no litoral norte do Rio de Janeiro, nas proximidades do Farol de São Tomé.

O mecânico automotivo e náutico José Cláudio de Sousa Vieira, 52, natural de Fortaleza, está entre os cinco desaparecidos. O mecânico viajou no último dia 25, para encontrar uma embarcação no Rio de Janeiro e de lá retornar para Fortaleza, mas desapareceu.