PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Começa a reforma da Ponte dos Ingleses, interditada desde 2018

Com investimento de R$ 4,1 milhões, intervenção acontece antes de revitalização contratada desde outubro.

10:58 | 15/01/2021
Obras de reparo estrutural da Ponte dos Ingleses, na Praia de Iracema, foram iniciadas nessa quinta-feira, 14.  (Foto: Thaís Mesquita/O POVO)
Obras de reparo estrutural da Ponte dos Ingleses, na Praia de Iracema, foram iniciadas nessa quinta-feira, 14. (Foto: Thaís Mesquita/O POVO)

Obras de reparo estrutural da Ponte dos Ingleses, na Praia de Iracema, foram iniciadas nessa quinta-feira, 14. Equipes trabalham na retirada dos quiosques existentes e de todo o madeiramento antigo da ponte. Uma laje em concreto irá substituir o atual piso em madeira, que possui, aproximadamente, 2.369 m² de área.

Com investimento de R$ 4,1 milhões, os serviços incluem a ancoragem da edificação, a concretagem das ferragens, além de manutenção preventiva e de restauro. De acordo com a Prefeitura, "as intervenções visam recuperar todos os pilares e vigas do equipamento, que há anos sofre com a ação da maresia e corrosão". A obra de reparo está sendo executada pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) e deve ter duração de seis meses.

LEIA MAIS | Em agosto de 2019, parte da estrutura da Ponte dos Ingleses desabou

Após esse período o Governo do Estado do Ceará deve iniciar, por meio da Secretaria do Turismo e da Superintendência de Obras Públicas (SOP), as obras de requalificação da ponte, com a implantação de piso industrial, guarda-corpo e quiosques.

Veja como estava a situação da ponte em 9 de novembro do ano passado, em imagens de Fco Fontenele:

Clique na imagem para abrir a galeria

Requalificação

Interditada desde 2018 e sem manutenção há quase uma década, a Ponte dos Ingleses tem projeto de requalificação contratado pela Superintendência de Obras Públicas (SOP). Contrato assinado em 26 de outubro de 2020, o órgão determinou um prazo de seis meses para a conclusão das obras que ainda não iniciaram.

O projeto foi planejado pelos arquitetos renomados Fausto Nilo e Delberg Ponce de Leon e planeja piso industrial, quiosque e guarda-corpo novos para o ponto turístico. A entrada contará com escadas, rampas e bicicletários. Itens de paisagismo e arborização também serão incorporados.

A vencedora da licitação foi a construtora Astral, concorrendo com outras seis empresas, que orçou a obra em R$ 1,51 milhão. O valor está 26,6% abaixo dos R$ 2,06 milhões estimados pela SOP. Apesar do prazo de conclusão do serviço encerrar em abril, o contrato é válido até outubro de 2021.