PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Traficantes membros de facção criminosa são presos em nova fase da operação Saratoga

Ao todo, 10 mandados foram cumpridos na Capital

Rubens Rodrigues
11:10 | 21/01/2020
MPCE deflagra Operação Saratoga G3 contra membros de facção criminosa na manhã desta terça, 21
MPCE deflagra Operação Saratoga G3 contra membros de facção criminosa na manhã desta terça, 21 (Foto: Divulgação/MPCE)

Cinco pessoas foram presas na manhã desta terça-feira, 21, alvos da operação Saratoga G3. A investigação é contra membros de facção criminosa focados em tráfico de drogas. Nova fase da ação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) cumpre 10 mandados de prisão preventiva e 10 de busca a apreensão em Fortaleza, Maracanaú e Barreira.

De acordo com o promotor de Justiça Ronald Fontenele Rocha, integrante do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do MPCE, três dos 10 mandados "foram cumpridos dentro do sistema prisional" e outros sete nas ruas. "Desses sete, cinco foram presos e 2 estão sendo procurados. Há quatro mandados de prisão em aberto de réus não localizados", afirma.

A operação é fruto de parceria do Gaeco com apoio da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), do Departamento Técnico Operacional (DTO) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária (COINT/SAP).

Na Capital, são cumpridos 10 mandados: cinco de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão. Em Maracanaú, um de prisão preventiva e um de busca e apreensão. Já em Barreira, município distante 73,6 km de Fortaleza, há cumprimento de um de prisão preventiva e um de busca e apreensão. Dentro do sistema prisional do Estado, além dos três de prisão preventiva foram cumpridos três de busca e apreensão.

Os mandados foram deferidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas da Comarca de Fortaleza. Os quatro mandados em aberto foram deferidos pela Vara de Delitos de Organização Criminosa.

Operação Saratoga

Conforme o MPCE, a investigação partiu do tráfico de entorpecentes e crimes correlatos praticados na Região Metropolitana de Fortaleza por facções criminosas.

"Com o aprofundamento dos trabalhos, o MPCE detectou que o grupo criminoso organizado sob investigação além de atuar em crimes relacionados ao tráfico de drogas, estava envolvido em outros crimes graves, com a participação de uma vasta gama de parceiros criminosos", diz nota do Ministério Público.

A primeira fase da Operação Saratoga foi deflagrada em 14 de dezembro de 2017.