PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

"Que venham os memes", diz dono do Shopping Benfica sobre "Voltei", nome do novo Papai Noel

A escultura atende campanha feita nas redes sociais para a volta do boneco

12:25 | 14/12/2019
FORTALEZA, CE, BRASIL, 13-12-2019: Papai Noel do Shopping Benfica feito em materiais reciclados, trasuentes e curiosos. Avenida 13 de maio, Benfica.
FORTALEZA, CE, BRASIL, 13-12-2019: Papai Noel do Shopping Benfica feito em materiais reciclados, trasuentes e curiosos. Avenida 13 de maio, Benfica. (Foto: Bábara Moira)

O novo Papai Noel do Shopping Benfica, batizado como “Voltei”, é um convite à reflexão crítica dos frequentadores do bairro, de acordo com nota divulgada por João Soares Neto, dono do empreendimento. Ele explica que o boneco, feito de material reciclado, foi criado para ser uma figuração crítica ao mundo.

O nome “Voltei” é uma referência à campanha feita nas redes sociais para que a escultura, criada pela última vez em 2016, retornasse ao shopping. “Entendemos que o Papai Noel, “vindo do Polo Norte” é um apelo comercial. Não o renegamos, mas a nossa veia cultural nos “obriga” a ser crítico desse sistema em que a fé é quase esquecida”, ressaltou o empresário.

Leia mais: Novo Papai Noel do Shopping Benfica divide opiniões de seus frequentadores

A construção do boneco causou repercussão nas redes sociais nessa sexta-feira. Alguns usuários compararam a escultura com o “Manivela”, personagem do filme “Robôs”, e com o “Exterminador do Futuro”, interpretado pelo ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.

“O “Voltei” é o contraponto de tudo isso, a admitir que falsos heróis não devem fazer a cabeça de ninguém. Que venham os memes. Ele ficará aguardando até a chegada do 2020. Que o novo ano seja melhor para o Brasil, o estado do Ceará e Fortaleza, a quem amamos, racionalmente”, concluiu o empresário.

Leia a nota completa divulgada pelo empresário

O “Voltei” é um Papai Noel com a energia do povo do Benfica. O alto nível crítico de jovens e adultos desta região precisa, de vez em quando, ser provocado. O “Voltei” é uma figuração crítica ao mundo em que quase tudo é produto das redes sociais e da inteligência artificial.

Ele é feito com uma estrutura de aço, engenhosidade dos nossos colaboradores, entre eles o soldador Vanderlei, que é instigado a criar, com a ajuda dos demais. Ele é produto reciclado. Entendemos que o Papai Noel, “vindo do Polo Norte” é um apelo comercial. Não o renegamos, mas a nossa veia cultural nos “obriga” a ser crítico desse sistema em que a fé é quase esquecida.

Nós, não. Temos, no Shopping Benfica, a Sagrada Família em uma manjedoura com alguns personagens mecatrônicos. O “Voltei” é o contraponto de tudo isso, a admitir que falsos heróis não devem fazer a cabeça de ninguém. Que venham os memes. Ele ficará aguardando até a chegada do 2020. Que o novo ano seja melhor para o Brasil, o estado do Ceará e Fortaleza, a quem amamos, racionalmente.