PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Defesa Civil informa que está tomando providências sobre prédio abandonado no Cocó

O prédio de 13 andares está desabitado desde 2013 e preocupa os moradores do entorno por conta do estado deteriorado das estruturas

21:53 | 28/10/2019
FORTALEZA, CEARÁ, BRASIL 25-10-2019: Edifício Sain Patrick, no Parque do Cocó, se encontra abandonado há seis anos e preocupa moradores, pois apresenta risco de desabamento devido a quantidade de rachaduras na estrutura.
FORTALEZA, CEARÁ, BRASIL 25-10-2019: Edifício Sain Patrick, no Parque do Cocó, se encontra abandonado há seis anos e preocupa moradores, pois apresenta risco de desabamento devido a quantidade de rachaduras na estrutura. (Foto: Sandro Valentim)

A Defesa Civil de Fortaleza informou que está tomando as providências junto ao síndico do Edifício Saint Patrick, no bairro Cocó, para resolver a situação do imóvel assim que estiverem concluídas as tratativas entre os proprietários. O prédio de 13 andares está desabitado desde 2013 e preocupa os moradores do entorno por conta do estado deteriorado das estruturas.

Em nota, a Defesa Civil informou que já esteve no prédio citado e está em comunicação também com a empresa responsável para resolução da situação do imóvel. A Agência de Fiscalização (Agefis) também participa das ações, já tendo enviado uma notificação no dia 16 de outubro, dando prazo de 30 dias para apresentação de laudo técnico.

"Uma nova reunião com o síndico do edifício deve suscitar uma nova vistoria interna do prédio que foi desabitado em 2013 e vendido para uma construtora que ainda não fechou negócio por falta de documentos", conclui a nota da Defesa Civil.

Clique na imagem para abrir a galeria

Relembre o caso

Conforme O POVO Online publicou, a reportagem esteve no local da última sexta-feira, 25, após receber denúncia de vizinhos do Saint Patrick. Elizabeth Santiago, síndica de um prédio ao lado, conversou com a reportagem e relatou que as reclamações já haviam acontecido diversas vezes, antes da tragédia com o Edifício Andrea, que desabou na manhã do último dia 15. "Isso aqui é uma tragédia iminente. Se não tomarem medidas para realmente solucionar o problema, isso vai cair, vai ruir”, alertou a síndica, sobre o Saint Patrick.

Há seis anos, os moradores saíram do prédio já pelo local estar com estrutura comprometida. À época, um laudo foi emitido e um valor para reforma chegou a ser estipulado, mas os condôminos preferiram sair do local. Segundo Elizabeth, alguns apartamentos ainda pertencem às pessoas que habitaram anteriormente o Saint Patrick, mas algumas unidades, cerca de 11, foram compradas por uma empresa de serviços terceirizados.

Na sexta, 25, O POVO Online entrou em contato com o síndico em exercício do prédio abandonado, Adriano de Paula. Ele disse que na próxima segunda, 28, vai acontecer uma assembleia com as pessoas que ainda possuem unidades no Saint Patrick. Há expectativa de que o prédio seja demolido. “Já havia se discutido sobre o prédio, mas não evoluiu para o conceito de demolição. Estou solicitando orçamento de engenheiros. A ideia é buscar unanimidade”, explica Adriano.