PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Comerciantes reclamam dos transtornos de segunda fase do binário da avenida Santos Dumont

Iniciada em setembro do ano passado, a obra já estaria parada há mais de um mês, de acordo com comerciantes da região

19:53 | 08/10/2019
Binário no Papicu
Binário no Papicu(Foto: MAURI MELO)

Comerciantes da região onde está sendo construída a segunda parte do binário da avenida Santos Dumont, no bairro Papicu, em Fortaleza, reclamam dos transtornos causados pela obra, iniciada em setembro do ano passado. O POVO Online esteve no local na manhã desta terça-feira, 8, e não viu nenhum funcionário ou máquina trabalhando na extensão das vias atingidas.

Pedro Moreira, dono de um comércio na avenida Santos Dumont próximo ao viaduto da avenida Engenheiro Santana Júnior, afirma que a região não recebe atenção do poder público há alguns anos e que seu comércio passa por dificuldades financeiras devido aos transtornos recentes causados no local. Ele explica que a obra que está sendo feita na região está parada há cerca de um mês.

“A gente tá em tempo de fechar as lojas porque não aguenta mais o transtorno. É poeira, o cliente que não pode estacionar, todo esse problema. Há um mês (a obra) andava em marcha lenta, mas agora parou total”, ressaltou.

O pedestre também enfrenta dificuldades para atravessar essa parte da via, que não conta mais com canteiro central e tem fluxo de veículos intenso. ““É sempre um perigo atravessar essa via, isso é um canteiro de obras inacabado, está totalmente largado. O trânsito não diminui, eles fazem essas obras enormes, mas não tem nenhuma melhoria para quem passa por aqui, é cansativo de ver”, lamentou o advogado Silvanildo Rodrigues, que passa diariamente pelo local.

Em conversa com O POVO Online, Manuela Nogueira, secretária da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), afirmou que as obras na região do viaduto não foram paralisadas, mas que, por conta da área ter sido classificada como ponto crítico, foi necessário realizar uma travessia de drenagem. De acordo com ela, o serviço está sendo realizado pela madrugada para não atrapalhar o trânsito na região, que já está caótico.

Sobre as desapropriações, ela afirmou que o órgão está em negociação com oito moradores restantes. A Seinf aguarda até a próxima semana para fechar um acordo, caso contrário, deverá acionar a Justiça.

As obras estão com prazo final de entrega para abril de 2020. Contudo, Manuela afirma que, devido à necessidade da região, a Seinf está trabalhando para entregá-la até o final deste ano.

A obra

A implantação da segunda etapa do binário da Avenida Santos Dumont teve início em setembro deste ano. O trecho percorrerá o Túnel Barros Pinho até a rua Dr. Francisco Matos e terá a rua Desembargador Lauro Nogueira como via alternativa de acesso ao bairro aldeota.