PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

RC assina ordem de serviço para construção de clínica veterinária popular em Fortaleza

Novo equipamento funcionará no Passaré e deve ficar pronto em torno de oito meses. Na solenidade desta segunda-feira, 19, também foi anunciada a compra de mais um VetMóvel

22:24 | 19/08/2019
Novo equipamento funcionará no Passaré e deve ficar pronto em torno de oito meses
Novo equipamento funcionará no Passaré e deve ficar pronto em torno de oito meses (Foto: Kaio Machado / Prefeitura de Fortaleza)

Com direito a cachorro no palco e vários cãezinhos na plateia, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) assinou a ordem de serviço para a construção da clínica veterinária popular de Fortaleza. Em evento realizado no Passaré nesta segunda-feira, 19, ele destacou a importância desta que será a primeira instituição do tipo, de caráter público, do Ceará. Equipamento deve ficar pronto em dentro de oito meses.

“Já havia uma demanda antiga em Fortaleza para que o Poder Público pudesse estruturar a política de proteção aos direitos dos animais, apoiar a luta de protetores da Cidade e garantir instrumentos que possam prevenir abusos e violências que eventualmente ainda acontecem na Capital”, traçou o gestor.

Segundo ele, o primeiro passo dado por sua gestão foi na criação da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), atualmente sob o comando de Toinha Rocha (Rede). “Precisamos preparar a Cidade para, em breve, transformar essa clínica no hospital veterinário público municipal”, destacou.

A próxima etapa a ser realizada, segundo o prefeito, “será colocar a clínica para funcionar”. “Daqui a oito meses esperamos colocar essa clínica para funcionar, com o pessoal já contratado e com clínica montada e bem estruturada, que será a primeira popular de Fortaleza”, pontuou.

Roberto Cláudio assina ordem de serviço para construção de clínica veterinária de Fortaleza
Roberto Cláudio assina ordem de serviço para construção de clínica veterinária de Fortaleza (Foto: Kaio Machado / Prefeitura de Fortaleza )

A nova instituição ficará localizada no antigo prédio que abrigava a Farmácia Viva – próximo ao Horto Municipal e Zoológico Municipal Sargento Prata, na Avenida da Saudade, esquina com a Avenida dos Paroáras. O local passará por diversas intervenções estruturais, como a recuperação de alvenarias, implantação de revestimentos cerâmicos, piso podotátil, recuperação de toda a estrutura metálica e novas instalações elétricas e hidráulicas.

Com as mudanças, a clínica, que a priori deve atender somente cachorros e gatos, deverá contar com consultório, ambulatório, enfermaria, farmácia, salas de preparo, assepsia, esterilização, centro cirúrgico, sala de recuperação e de espera. Também: recepção, banheiros, área administrativa com arquivo, copa e depósito para material de limpeza.

“A clínica não vai atender quem tem dinheiro”

Para ter acesso ao equipamento, é necessário que o dono do animal tenha cadastro realizado em um Centro de Referência da Assistência Social (Cras), para ser caracterizado como baixa renda. Pessoas com bichinhos encaminhados por ONGs, abrigos ou algum órgão da rede de proteção animal, como Conselho Regional Medicina Veterinária (CRMV); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre outros, também poderão ter acesso.

“A clínica não vai atender quem tem dinheiro, mas sim aqueles que não podem pagar. Vai ser uma forma da Prefeitura poder fazer o controle e saber onde deve atender”, declarou Toinha Rocha, que contou ainda que a instituição poderá fazer parcerias com ONGs para realizar mutirões de castração nos fins de semana.

“Eu convivo com a morte”

A nova clínica deve chegar para suprir demandas já antigas da população pobre de Fortaleza. “Vai servir para atender as pessoas carentes. Têm pessoas que abandonam seus animais doentes porque não podem pagar por um atendimento particular”, lamentou a administradora do Abrigo da Estela, Estela Souza.

“Eu convivo com a morte, porque nem sempre posso levar meus animais para uma clínica particular. Mas essa clínica popular vai ser muito importante para mim e para toda a população, porque seu benefício é grande para nós”, completou ela, que há 15 anos cuida de cerca de 300 animais.

Dono da famosa cadelinha Jaspe, o artista de rua Yorge Luís Ruiz disse considerar “muito legal” a iniciativa da Prefeitura de Fortaleza. “Tem muitas pessoas que não têm condições para levar seus animais para uma clínica boa, por exemplo. Então essa é uma ótima ideia que merece fazer com que todos se unam pela causa animal”, celebrou.

Novo VetMóvel

Na solenidade desta segunda-feira, 19, também foi anunciada a compra de mais um VetMóvel. Em Fortaleza desde 4 de junho do ano passado, quando teve suas atividades iniciadas, o equipamento já atendeu cerca de 35 mil cães e gatos da Cidade, os quais foram beneficiados com mais de 12 mil vacinas, 8 mil consultas, 6 mil exames de Calazar, 4 mil castrações, dentre outros serviços.