Participamos do

Em um ano, Ceará registra alta de 109,7% no volume das atividades turísticas

Crescimento foi registrado entre março de 2021 e março deste ano. Salto representa retomada expressiva das atividades de serviço do segmento, ante a baixa base de comparação do ano anterior

No período de um ano, entre março de 2021 e março deste ano, o Ceará computou alta de 109,7% no volume de atividades relacionadas ao turismo no Estado, ante a baixa base de comparação do período anterior. Desempenho é o segundo maior do Brasil, conforme revelou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na manhã desta sexta-feira, 12 de maio, por meio da Pesquisa Mensal de Serviços.

Salto representa retomada expressiva das atividades de serviço do segmento e expressa boas projeções para o restante do ano. Conforme o levantamento, entre janeiro e março de 2022, o Ceará acumula um crescimento de 47,7% nas atividades do setor. Na passagem do mês de fevereiro para maio a alta de 5,3%.

Com relação à receita nominal das atividades turísticas, o Ceará registra alta no fluxo financeiro dos serviços relacionados ao turismo no Estado em todos os comparativos de tempo. No que diz respeito ao saldo de março deste ano frente o fevereiro, a alta na receita foi de 3,6%. Se a receita do mês for analisada a igual período do ano passado, o salto, porém, é de 132,4%.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em todos os comparativos acima descritos o desempenho do Ceará é destaque entre os resultados positivos, ficando acima da média nacional em cada recorte da pesquisa. Março de 2022/março de 2021, por exemplo, a média de crescimento no volume de pessoas contratando serviços relacionados ao turismo no Brasil foi de 75,6%, já no comparativo de março frente fevereiro deste ano, a alta foi de 4,5%. 

O cenário positivo é sentido em todas as unidades federativas e representa um alívio para o setor que registou queda nos dois primeiros meses do ano. Conforme o IBGE, o desempenho positivo está diretamente relacionado ao "aumento na receita de empresas que atuam nos ramos de transporte aéreo; restaurantes; hotéis; rodoviário coletivo de passageiros; locação de automóveis; e serviços de bufê".

No que diz respeito ao setor de serviços como um todo, Ceará registra o sétimo melhor resultado do Brasil no comparativo mês a mês. Em março, frente fevereiro de 2022, o volume de serviços no Ceará cresceu 4%. O nível é mais do que o dobro do registrado no Brasil (1,7%) em igual período.

No comparativo com igual período de 2021, o Ceará computa crescimento de 17,2% no volume das contratações de serviços pelos consumidores. Cenário acompanha realidade nacional de recuperação das perdas durante os dois primeiros anos de pandemia e, para além disso expressa um crescimento do setor a níveis maiores do que os registrados em anos pré-pandemia. 

Apesar disso, no que confere ao setor do turismo, o fluxo de pessoas contratando serviços no segmento permanece em patamar abaixo dos níveis registrados antes do período pandêmico. Conforme o IBGE, ainda é preciso um crescimento médio de 6% no volume de serviços relacionados às atividades turísticas no Brasil para que o setor possa celebrar de fato a plena retomada econômica. 

OUÇA O PODCAST VOO 168 BASTIDORES

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar