Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Veja quando será liberado saque emergencial do FGTS e como consultar

Os saques a serem liberados terão valores entre R$ 500 e R$ 1.000 e devem beneficiar 44 milhões de pessoas

O Governo Federal irá liberar, em breve, uma nova rodada de saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A expectativa é de que sejam liberados R$ 30 bilhões por meio de saques de até R$ 1.000 para 44 milhões de pessoas que tenham saldo nas contas ativas e inativas do FGTS. 

A expectativa é de que o anúncio formal da liberação ocorra amanhã, na quinta-feira, 17 de março. O POVO lista abaixo como fazer a consulta do saldo disponível.

O dinheiro do FGTS, até 2019, poderia ser retirado apenas se o beneficiário do fundo se enquadrasse em uma série de requisitos específicos, no entanto, no referido ano, o Governo Federal criou duas novas modalidades. Entre elas o saque emergencial, por meio do qual é liberado uma parcela do saldo total em situações de adversidade financeira generalizada, como a crise gerada pela pandemia de Covid-19.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Quem tem direito ao saque emergencial do FGTS?

A medida deve abranger todos aqueles com saldo nas contas do FGTS. Ação será regulamenta em decreto presidencial, em paralelo a uma série de outras ações econômicas a serem adotadas pelo Governo Federal para atenuar a instabilidade econômica atual, como a antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS.


Não será necessário inscrição ou cadastro para ter direito ao saque emergencial. Se o trabalhador possuir saldo na conta, poderá solicitar de forma online a retirada deste sem que isso afete as demais condições de saque para o restante do saldo acumulado no FGTS.

Como sacar o FGTS?

Para o saque-rescisão, saque-aniversário e o saque emergencial, é possível solicitar a retirada do dinheiro em agências da Caixa ou pelo aplicativo do FGTS, caso em que deve ser indicada uma conta bancária para transferência dos valores. Para outros tipos de retirada, como dependem de comprovação com documentos, o atendimento deve ser realizado em uma agência da Caixa. 

Consulta do saldo do FGTS pelo CPF

É possível consultar o saldo do FGTS no site da Caixa ou pelo aplicativo disponível para iPhone e Android. É preciso se cadastrar no sistema do banco antes de realizar a conferência. Para isso, insira o Número de Identificação Social (NIS) ou CPF e clique em "Cadastrar". Preencha os dados solicitados e confirme a inscrição.

Em seguida, retorne à tela de acesso e entre, novamente, com o NIS ou CPF e a senha criada durante o cadastro. É possível, ainda, fazer login usando o endereço de email.


No acesso pelo site do FGTS, selecione no menu superior a opção "FGTS" e, em seguida, "Extrato". Serão exibidas as seis entradas mais recentes da conta que tiver sido criada por último - para quem trabalha de carteira assinada, será a conta referente ao emprego atual. Para verificar todas as entradas e outras contas, de empregos anteriores, no mesmo menu selecione a opção "Extrato completo".

Já no aplicativo do FGTS, após realizar o login, será exibido já na tela inicial o saldo da conta mais recente. É possível selecionar a opção "Ver todas as suas contas" para checar depósitos do FGTS de empregos anteriores, ou, no botão "Saldo total do FGTS" para verificar todas as contas.

O que é o FGTS?

Todo trabalhador com carteira assinada tem direito a receber, mensalmente, um depósito igual a 8% do salário, na conta do FGTS.

Além do saque-aniversário, é possível resgatar o valor nas seguintes situações: demissão sem justa causa (saque-rescisão, que é bloqueado caso o beneficiário opte pelo saque-aniversário), para compra ou financiamento de imóveis, aposentadoria, após os 70 anos, em caso de doença grave do trabalhador ou de seus dependentes, ou por morte do trabalhador.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar