Participamos do

Conta de água: tarifa média vai subir 6,69% em 2022

Revisão aprovada pela Arce deve ser implementada pela Cagece no fim de janeiro do próximo ano
16:44 | Dez. 29, 2021
Autor Armando de Oliveira Lima
Foto do autor
Armando de Oliveira Lima Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) aprovou a revisão tarifária de 6,69% proposta pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). A decisão aconteceu por volta do meio dia desta quarta-feira, 29, após reunião do conselho da Arce, e determinou uma tarifa média de água de R$ 4,92.

Com a publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) entre hoje e amanhã, o novo valor a ser cobrado dos cearenses pelo serviço deve entrar em vigor no fim de janeiro de 2022, após o prazo de 30 dias.

A revisão tarifária acontece a cada quatro anos e tem como referência os custos da companhia para a prestação de serviços. Procurada, a Cagece ainda não se manifestou sobre o reajuste.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O coordenador econômico tarifário da Arce, Mário Monteiro, ressaltou que a Agência seguiu o rito estabelecido pela resolução metodológica aprovada no Estado ainda em 2020.

Cobertura de custos e transparência

"Esse ano foi basicamente aplicar essa metodologia. A partir das informações fornecidas pela Cagece, e de acordo com a metodologia, foi basicamente implantar o montante da tarifa que era era necessária para cobertura de todos os custos da empresa. Não só os custos operacionais, mas também de capital investido", ressaltou.

Monteiro ainda destacou que a decisão do conselho aconteceu após um período de consulta pública, na qual mais documentos foram coletados da Cagece.

"O processo foi transparente do ponto de vista normativo. Houve a resolução publicada no ano passado sobre o procedimento, e nós seguimos o procedimento e não houve nenhuma surpresa", reforçou.

Histórico e resultados

No ano passado foi feito um reajuste de 12,25% à tarifa média, com base no Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM) do período de julho de 2018 a abril de 2020. Neste ano é feita uma revisão, que acontece a cada quatro anos, com base nos custos da Companhia.

No terceiro trimestre deste ano, a Cagece reportou lucro de R$ 30,3 milhões no terceiro trimestre deste ano. São pouco mais de R$ 800 mil a mais do que apurado em igual período do ano passado (R$ 29,5 milhões).

Já a receita operacional bruta, que fechou em R$ 453,3 milhões, teve alta de 12,4%, usando a mesma base de comparação. Enquanto os custos e despesas do referido trimestre, totalizaram R$ 337,3 milhões, um acréscimo de 1% ante ao terceiro trimestre de 2020.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags