PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Mercado Livre e Americanas negociam Centro de Distribuição no Ceará e Amazon já se instala

O secretário do Desenvolvimento Econômico do Governo do Ceará busca atrair a Magazine Luiza, Lojas Americanas, Mercado Livre e Zenir

11:46 | 24/07/2021
Centro de distribuição da Amazon que está sendo construído no 4º anel viário na Grande Fortaleza (Foto: JÚLIO CAESAR)
Centro de distribuição da Amazon que está sendo construído no 4º anel viário na Grande Fortaleza (Foto: JÚLIO CAESAR)

Enquanto é aguardado o anúncio de inauguração do novo Centro de Distribuição da Amazon, o secretário do Desenvolvimento Econômico do Governo do Ceará, Maia Júnior, revela que já está negociando com outras empresas a instalação de novos centros.

"Um dos focos da secretaria são as atividades comerciais e fortalecer e criar emprego no atacado e varejo, para isso regulamentamos o e-commerce junto com a Sefaz e estamos buscando atrair centros de distribuição para o Ceará", explica. A Magazine Luiza, que já conta com um centro, terá espaço ainda maior, segundo o Secretário. Ainda está ocorrendo negociações com o Mercado Livre, Lojas Americanas e a empresa cearense Zenir.

A Amazon divulga vagas de emprego no Estado. A empresa tentou manter sigilo sobre a instalação do Centro de distribuição (CD) no Ceará, mesmo quando O POVO antecipou que houve seleção da equipe própria para atuar no Estado. Maia Júnior já havia também antecipado ao O POVO sobre as negociações para os centros da Magalu e Americanas.

A expectativa é que cada CD gere em média 500 empregos, considerando que sejam centros de distribuição regional e não apenas local. "A diferença desta secretaria atual para as anteriores é olhar para todas atividades econômicas: agronegócio, indústria, comércio e serviços. Um trabalho realizado e focado em gerar emprego e preparar a economia do ceara com inteligência, conhecimento, inovação, tecnologia atuais e pesquisa, priorizando as cadeias econômicas do programa ceara veloz 2.0", diz o secretário.