PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Confira como fica o funcionamento dos setores econômicos no Ceará com novo decreto

As novas regras de funcionamento dos setores economicos no Estado foram divulgadas em transmissão ao vivo pelas redes sociais

Alan Magno
13:48 | 23/07/2021
Governador do Ceará, Camilo Santana, detalha novo horário de funcionamento dos setores econômicos no Estado com novo decreto de isolamento social válido a partir de segunda, 26 (Foto: Reprodução/Instagram)
Governador do Ceará, Camilo Santana, detalha novo horário de funcionamento dos setores econômicos no Estado com novo decreto de isolamento social válido a partir de segunda, 26 (Foto: Reprodução/Instagram)

Novo decreto de isolamento social no Estado foi divulgado pelo governo do Estado na tarde desta sexta-feira, 23, em transmissão ao vivo pelas redes sociais. As atualizações das medidas de restrições sanitárias entram em vigor na segunda-feira, 26 de julho, e serão válidas inicialmente por 15 dias. O novo decreto representa avanço no processo de reabertura para o setor de eventos e de alimentação fora do lar. 

As novas regras de funcionamento dos setores econômicos e atividades sociais no Estado foram detalhadas pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), e o secretário da Saúde, dr. Cabeto. Entre as medidas estão:

>> Bares, restaurantes passam a funcionar de 10 horas até as 23 horas, durante todos os dias da semana, a partir do dia 26 de julho 

>> Barracas de praia poderão funcionar entre 8 horas e 23 horas, também em todos os dias da semana

>> Eventos em ambientes fechados poderão ser realizados desde que com limitação de até 100 pessoas 

>> Eventos em ambientes abertos poderão ocorrer, com limite de 200 convidados

>> Abertura de Teatros e casas de show será autorizada com limitação de público ainda a ser divulgada

>> Toque de recolher no Estado será de meia-noite até as 5 horas da manhã do dia seguinte

O governador do Estado ponderou que tais medidas somente foram possíveis diante da redução da taxa de transmissão da Covid-19, bem como da baixa procura por atendimento médico relacionado a doença e a queda nas taxas de ocupação hospitalar no Estado. "Todos precisam continuar seguindo as medidas de segurança, para garantir que nós não tenhamos nenhum retrocesso nessa abertura", complementa ao pedir colaboração de todos no enfrentamento da pandemia. 

LEIA MAIS | Ceará tem 48% das UTIs adulto ocupadas por pacientes com Covid-19

Durante a transmissão, o gestor estadual pontuou ainda que serão realizados "eventos testes" para garantir a segurança do retorno das celebrações com público no Ceará. "A Secretaria de Saúde ainda vai escolher quais eventos irá acompanhar, mas iremos monitorar a realização e o pós eventos para garantir que temos a situação sobre controle", explicou. 

O sistema de monitoramento atuará também como uma forma de mapear como o vírus irá se comportar com a realização dos eventos e se tal prática não gerará um aumento no número de casos e eventualmente, mortes, pela Covid-19 no Estado. Além de possibilitar o rastreio de eventuais polos de transmissão do vírus. 

Em contraponto ao processo de reabertura, o Estado irá reforçar a atuação das barreiras sanitárias no aeroporto e estuda a implementação de equipamentos semelhantes nas rodoviárias em funcionamento. "Queremos garantir que não haverá portas de entrada para novas variantes do vírus, em especial da variante Delta, lá da Índia, que tem nos preocupado bastante", pontua o governador. 

O novo decreto representa a resposta do Governo Estadual diante de cobranças antigas dos setores econômicos no Ceará e trará uma série de avanços no processo de reabertura, aumentando a capacidade e horário de funcionando de diversos estabelecimentos e liberando o retorno de outras atividade no Estado. "Outras medidas serão detalhadas no decreto que será publicado de hoje pra amanhã no Diário Oficial do Estado", encerra Camilo.