PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Venda da Troller no Ceará ainda espera por decisão da Ford

Com sede em Horizonte, a planta da Troller existe desde 1995 e foi reinaugurada em 2014. A fábrica fechará no fim deste ano com a saída da Ford do Brasil

Marcela Tosi
15:33 | 27/06/2021
Ford anuciou o fechamento da fabrica Troller em Horizonte no início de 2021 (Foto: Aurelio Alves)
Ford anuciou o fechamento da fabrica Troller em Horizonte no início de 2021 (Foto: Aurelio Alves)

Esperada para o fim de junho, uma decisão final sobre a venda da fábrica da Troller no Ceará não deve acontecer ainda neste mês. De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho no Ceará, Maia Júnior, as negociações aguardam decisão da Ford. 

Enquanto mediador do Governo do Estado na negociação entre investidores e a Ford, que busca se desfazer dos ativos financeiros no Brasil, Maia enfatiza que "previsões em negociações não são fáceis, estão negociando comprador e vendedor". "Nossa expectativa que saia um final feliz para continuidade da fábrica, porém o Estado apenas acompanha", afirma.

A venda da marca cearense faz parte da retirada de todas as linhas de produção da Ford do Brasil, anunciada ainda no início de 2021. Com sede em Horizonte, a planta da Troller existe desde 1995 e foi reinaugurada em 2014, tendo sua produção suspensa depois da decisão da Ford de sair do Brasil. Em janeiro, havia pelo menos três investidores interessados na compra.

Ao todo, 470 empregados diretos aguardam uma decisão definitiva sobre o funcionamento da fábrica. A Justiça do Trabalho determinou que a Ford mantenha os empregos de todos enquanto as negociações com as entidades trabalhistas não sejam concluídas.

O foco do Governo do Estado é motivar os investidores que vierem a assumir a Troller, a implementarem no polo industrial da marca no Ceará, centros de desenvolvimento tecnológico que atuem na criação de mecanismos que diminuam o consumo energético dos veículos.

Outro ponto de incentivo é o aprimoramento da tecnologia de carros elétricos e também de veículos movidos a hidrogênio verde, fazendo com que a planta da Troller, após sua venda, integre o sistema energético renovável que está sendo desenvolvido no Estado.