PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Fortaleza se torna a maior economia do Nordeste

A Capital do Ceará ultrapassou Salvador e ainda figura entre as 10 maiores concentrações urbanas brasileiras, em uma lista que compõe cerca de 42,5% do PIB

Matheus Facundo
18:35 | 16/12/2020
Ranking foi divulgado pelo IBGE nesta quarta-feira, 16, e se refere a dados de 2018 (Foto: FCO FONTENELE)
Ranking foi divulgado pelo IBGE nesta quarta-feira, 16, e se refere a dados de 2018 (Foto: FCO FONTENELE)

Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Fortaleza é o município do Nordeste com o maior Produto Interno Bruto (PIB), superando Salvador, na Bahia. A Capital cearense subiu uma posição no ranking das maiores economias do Brasil e agora ocupa a 9ª posição, melhor resultado regional, com dados referentes ao ano de 2018. A cidade gerou cerca de R$ 67,02 bilhões em riquezas como contribuição ao PIB brasileiro, equivalente a 1% de participação no ano analisado, com acumulado de 25,9% ao longo do anos.

LEIA MAIS| PIB 2018: qual perfil econômico dos municípios do Ceará?

É a primeira vez desde 2002 em que Fortaleza aparece na primeira colocação na região. Em todo esse período, Salvador sempre liderou. Em outros anos, o IBGE chegou a colocar Fortaleza à frente de Salvador, mas o dado foi posteriormente ajustado em revisões. Foi o caso de 2014, quando a capital cearense chegou a aparecer provisoriamente na primeira colocação, mas não tem mais esse status para aquele ano na série histórica do IBGE.

A lista foi divulgada nesta quarta-feira, 16. Salvador ficou para trás com, 0,9% de participação no País e R$ 63,526 bilhões em riquezas geradas. O ranking tem a cidade São Paulo em primeiro, com R$ 714,6 bi, seguida de Rio de Janeiro (R$ 364,05 bi) e Brasília (R$ 254,8 bi). Dados foram elaborados em parceria com Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus – SUFRAMA.

"As ações de desburocratização, o conjunto de iniciativas do Fortaleza Competitiva e, principalmente, o volume de investimentos públicos da Prefeitura e do Governo ao longo desses anos foram fundamentais para esse indicador histórico. Fortaleza é uma cidade que tem crescido demográfica e economicamente e tem se tornado cada vez mais relevante para a economia regional, nacional e mesmo para o cenário socioeconômico da América do Sul", comentou o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT).

A Capital do Ceará ainda figura entre as 10 maiores concentrações urbanas brasileiras, em uma lista que compõe cerca de 42,5% do PIB. Estão no ranking São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Campinas, Salvador e Recife.