PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Mundo deve ter contração de 3,8% do PIB, com piora em China e Índia

Os dois países são responsáveis por grande parte do crescimento global, de acordo com o Instituto Internacional de Finanças

12:38 | 10/09/2020
Resultado é substancialmente pior que em 2009, quando o mundo enfrentou a crise financeira. (Foto: Jonathan Borba/Unsplash)
Resultado é substancialmente pior que em 2009, quando o mundo enfrentou a crise financeira. (Foto: Jonathan Borba/Unsplash)
O Instituto Internacional de Finanças (IIF, na sigla em inglês) estimou nesta quinta-feira que a recessão global em virtude da pandemia será de 3,8% no PIB em 2020. O resultado é "substancialmente" pior que a contração de 0,4% no PIB em 2009 após a crise financeira, lembra o IIF, mas nas economias avançadas as experiências são "comparáveis", pontua.
 
Em 2020, China e Índia são responsáveis por grande parte na queda do crescimento global, aponta o instituto.
Diferente da crise de 2009, quando a o grande estímulo chinês em infraestrutura deu impulso às commodities e ao crescimento, a ausência desse fatores será uma questão chave para os mercados emergentes agora, avalia o IIF, o que afeta especialmente regiões dependentes da exportação de matérias primas, como a América Latina, indica.
 
O IIF aponta que a Índia sofre uma grande contração econômica, mas em 2009 havia registrado crescimento. No caso da China, há crescimento, mas bem menor do que na crise financeira daquele ano.