PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Preços do caju e cebola registram queda na Ceasa nesta quarta-feira, 9

Produtos estão sendo vendidos, respectivamente, a R$ 1,50 e R$ 2,50 o quilo

15:35 | 09/09/2020
Cebola teve queda de preço na Ceasa (Foto: Divulgação/Ceasa)
Cebola teve queda de preço na Ceasa (Foto: Divulgação/Ceasa)

 

Os preços do caju e da cebola registraram queda nesta quarta-feira, 9, nas Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa-CE), em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O quilo da fruta está sendo vendido entre R$ 1,50 a R$ 1,60 o quilo, enquanto o preço da cebola caiu para R$ 2,50. Os novos valores foram divulgados hoje pela Ceasa.

Conforme informações divulgadas pelo analista de mercado da Ceasa, Odálio Girão, outros produtos que se destacaram em queda foram a laranja pera, passando a valer R$ 2,20, a abóbora de leite, caboclo e jacarezinho seguem em queda e o preço está entre R$ 1,50 a R$ 1,60 por quilo. Já a única alta registrada ficou por conta do maracujá sendo vendido a R$ 4,50 o quilo. O abacaxi permanece estável com a unidade saindo por R$ 3,50.


Leia Também | Preço cai e quilo da cebola é vendido a R$ 2,20 na Ceasa; veja preço de outros produtos

Hortaliças

Os consumidores que procurarem pelas hortaliças vão encontrar neste setor a unidade do alface a R$ 1,50, enquanto a cebolinha e o coentro estão por R$ 1. Já os quilos da erva doce e da hortelã custam, respectivamente, R$ 16 e R$ 11. O quilo do chuchu, vindo da região do Maciço de Baturité, localidade serrana do Estado, é vendido a R$ 1,20. E a espiga de milho verde custa R$ 0,60. O pimentão é vendido a R$ 1,50 e os tomates cajá e longa vida custam, respectivamente, R$ 2,40 e R$ 2,80, o quilo.

O quilo do alho nacional segue sendo comercializado a R$ 17 e a batata doce chega à mão do consumidor por R$ 1,80. As beterrabas especial e extra custam R$ 2 e R$ 2,50, respectivamente, e o preço da cenoura varia entre R$ 2 e R$ 3. Por fim, o queijo coalho da região Jaguaribana está custando entre R$ 22 e R$ 23 o quilo.

Leia mais | Safra faz preço da banana cair na Ceasa; já farinha, feijão e carnes têm aumento por conta da pandemia