Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Engenheiro faz túmulo para celebrar "morte" do Internet Explorer

O memorial está exposto na Coreia do Sul e chamou atenção nas redes sociais

O engenheiro de software Jung Ki-young homenageou o Internet Explorer de uma maneira inusitada. O coreano Jung fez uma lápide para celebrar a “morte” do navegador criado pela gigante da tecnologia Microsoft, que anunciou o desativamento da ferramenta na semana passada. O memorial está exposto na Coreia do Sul e chamou atenção nas redes sociais.

O túmulo tem o logo do navegador e custou 430.000 won, que equivale a cerca de US$ 330. “Era uma boa ferramenta para baixar outros navegadores”, diz a lápide, com ironia. A homenagem foi colocada no espaço do café do irmão de Jung, que fica na cidade de Gyeongju.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Após 27 anos, o navegador foi desativado na última quarta-feira, 15. Jung lembra da importância do Internet Explorer em sua trajetória profissional.

"Foi um pé no saco, mas eu chamaria isso de uma relação de amor e ódio porque o próprio Explorer já dominou uma era", explica o engenheiro à Reuters.

A decisão de desativar o Internet Explorer, conforme a companhia, foi estratégica, como uma maneira de focar no novo navegador Microsoft Edge.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar