Participamos do

Ubajara: jovem é assassinada dentro de casa; companheiro é preso por homicídios

Mulher foi assassinada em casa nesta segunda-feira, 27. O companheiro, preso pela Polícia, também seria alvo do crime
18:24 | Dez. 27, 2021
Autor Rubens Rodrigues
Foto do autor
Rubens Rodrigues Repórter do OPOVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma mulher de 18 anos foi assassinada dentro de casa na manhã desta segunda-feira, 27, na localidade de Sítio Carpina, zona rural de Ubajara, cidade distante 326,1 km de Fortaleza. O companheiro, identificado como Antônio Lucas de Sousa Vieira, de 20 anos, também seria alvo da ação criminosa. Ele foi preso nesta manhã, suspeito de homicídios na região. 

Preso pelas Polícias Civil (PC-CE) e Militar do Ceará (PMCE), Antônio teria participado de duplo homicídio na região, com uma gestante como uma das vítimas. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Antônio Lucas de Sousa já respondeu por diversos atos infracionais análogos aos crimes de tráfico de drogas, roubo e furto na adolescência.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Informações iniciais apontam que a disputa territorial e o envolvimento de Lucas de Sousa com os homicídios na área teriam motivado a execução da companheira. Ele seria membro de um grupo rival. Ainda conforme a SSPDS, o homem estava com mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio e organização criminosa. 

A Polícia informou que Antônio Lucas é suspeito de participar de duplo homicídio no dia 20 de novembro último, na localidade de Sítio Potós, também em Ubajara. Na ocasião, foram mortos um homem de 22 anos, com antecedentes criminais por posse irregular de arma de fogo e crime contra a administração pública, e uma mulher grávida de 24 anos. O casal estava dentro de casa quando os dois foram atingidos por disparos de arma de fogo. Eles morreram no local.

Antônio Lucas de Sousa Vieira foi levado à Delegacia Regional de Tianguá, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva pelos crimes homicídio e por integrar grupo criminoso. Em nota, a SSPDS diz que a "Polícia Civil segue em diligências, a fim de identificar outros crimes praticado por Antônio Lucas". A pasta não informou se os suspeitos pela morte da companheira de Antônio Lucas foram presos.

Denuncie 

A Polícia recebe informações sobre os crimes por meio do telefone (88) 3671-9328, o número da Delegacia Regional de Tianguá. As denúncias podem ser encaminhadas também para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp. O sigilo e o anonimato são garantidos, conforme a pasta.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags