PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Motorista que atropelou pedestres em Sobral tem quadro de depressão e está internado em hospital

A esposa do motorista contou ao O POVO que o seu marido enfrenta um quadro severo de depressão e, no momento dos incidentes, ele estava sem tomar seus remédios

11:23 | 17/01/2020
Eder atropelou duas mulheres. As duas vítimas foram levadas a Santa Casa de Misericórdia de Sobral, onde estão sob observação
Eder atropelou duas mulheres. As duas vítimas foram levadas a Santa Casa de Misericórdia de Sobral, onde estão sob observação (Foto: Via WhatsApp O POVO )

Eder Mourão Sá, de 47 anos, foi identificado como o motorista que furou bloqueios policiais, atropelou pedestres e colidiu com viatura da Polícia Rodoviária Federal. A informação foi repassada ao O POVO com exclusividade pela esposa dele, Valéria Sá, 40 anos, na manhã desta sexta-feira, 17.

Ele, que é natural de Fortaleza, está internado em um hospital particular de Sobral, após ter se entregado às autoridades e saído de seu carro blindado direto para uma ambulância, por volta das 23 horas desta quinta-feira, 16. Éder ficou cinco horas dentro de seu carro.

Valéria conta que o marido enfrenta um quadro severo de depressão e, no momento dos incidentes, ele estava sem tomar seus remédios.

"Ele estava no trabalho, no nosso Lava Jato, em Fortaleza, quando por volta das 15 horas ele entrou em 'pane'. Devido a muito cansaço, sol quente e ainda tinha esquecido o remédio, tudo isso afetou. Ele pegou um de nossos carros e saiu sem rumo, eu não sabia aonde ele estava indo", conta a esposa.

À reportagem, ela diz que só soube do paradeiro de Éder por meio de conhecidos e por registros de câmeras de trânsito. Sobre as motivações que o levaram a furar o bloqueio da PRF em Sobral e empreeender fuga, ela atribui ao nervosismo.

"Ele estava apavorado. Tinha uma multidão em cima dele, ele estava com medo de sair e ser linchado. Ele é um homem correto e trabalhador, não estava com nenhuma arma, nem telefone, nem nada de comunicação. Ele deixou tudo comigo em Fortaleza", relata.

Valéria chegou a pegar a estrada para ir ao encontro do marido mas foi aconselhada a voltar para não causar nenhum tipo de distúrbio nas emoções de Éder.

Mulheres atropeladas

Na fuga, Eder atropelou duas mulheres. As duas vítimas foram levadas à Santa Casa de Misericórdia de Sobral, onde estão sob observação.

Em nota enviada ao O POVO, o hospital informou que o estado de saúde de uma das pacientes é estável. Ela tem sido medicada e cuidada pela equipe de assistência do hospital, onde passará por uma avaliação de um neurocirurgião.

A outra vítima deu entrada na emergência com graves ferimentos e precisou ser submetida ao procedimento de drenagem torácica. A paciente está consciente e internada na recuperação do hospital, onde passará por avaliação com o intuito de verificar se houve lesões internas.

"Vamos ajudá-las, pagar despesas, o que for. Estou agilizando aqui as coisas com os advogados enquanto meu sogro está em Sobral. Vamos dar assistência total a elas", afirma Valéria Sá.

O caso

Fuga aconteceu na noite desta quinta-feira, 16. Agentes da Polícia Rodoviária Federal receberam a informação de um motorista conduzindo um veículo em direção pela BR-222. Por volta das 18 horas, um bloqueio foi montado para impedir o trânsito do condutor, que não obedeceu a ordem de parada e seguiu em direção à área urbana de Sobral.

Próximo ao Arco de Nossa Senhora de Fátima, o motorista deu marcha à ré e colidiu com uma viatura da PRF.