PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Médico, duas enfermeiras e mais 14 pessoas são presas por realizar festa em Orós

Um ônibus foi providenciado pela Polícia Militar para encaminhar os indivíduos para a Delegacia Regional de Icó. Proprietário da residência também foi preso

13:15 | 06/06/2021
17 pessoas estavam presentes na festa  (Foto: PMCE/Reprodução)
17 pessoas estavam presentes na festa (Foto: PMCE/Reprodução)

Um médico, duas enfermeiras e outras 14 pessoas foram presos na noite deste sábado, 5, por realizarem aglomeração durante uma festa de aniversário, na cidade de Orós, a 388 km de Fortaleza. Os participantes foram conduzidos para a Delegacia Regional de Icó e foram autuados por descumprir as medidas impostas nos decretos estadual e municipal para impedir a disseminação da Covid-19. O grupo também irá responder por atentado contra a saúde pública.

Por meio de denúncias anônimas, os policiais chegaram ao local da aglomeração por volta das 20h30min. A festa estava sendo realizada em uma residência na localidade de Palestina. Ao fazer a abordagem, os policiais notaram que algumas das pessoas estavam deixando o local pulando o muro. Todos os que permaneceram na residência foram presos, incluindo o proprietário da casa, identificado como o responsável pelo evento.

Segundo informações, a festividade estava sendo realizada em comemoração ao aniversário de um jovem de 19 anos, que também foi detido. A polícia constatou que no evento havia 17 pessoas sem máscara de proteção individual. O grupo também mantinha som alto e ingeria bebidas alcoólicas. Após o encerramento da confraternização, os agentes da Polícia Militar usaram um micro-ônibus para conduzir o grupo para a delegacia, que foi liberado após os procedimentos policiais.