Participamos do

Bombeiros tentam resgatar mulher que caiu em cacimba de areia em Juazeiro do Norte

Sônia Cristina Pereira da Silva, de 48 anos, ainda está sendo procurada pelos bombeiros. Ela e outra mulher caíram na cacimba de areia quando tampa do buraco cedeu
10:20 | Mar. 25, 2022
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Corpo de Bombeiros continua nesta sexta-feira, 25, a operação de resgate de uma mulher que caiu em uma cacimba de areia no município de Juazeiro do Norte, na região do Cariri. A vítima de 48 anos, que está há 20 horas presa no local, sofreu a queda junto com outra mulher de 36 anos, por volta das 14 horas de quinta-feira, 24. O poço tem aproximadamente 30 metros de profundidade e ficava no terreno da casa localizada na rua Pinto Madeira, no bairro Santa Tereza.

A mulher de 36, Maria Edilânea Moreira, foi resgatada ontem por volta das 17 horas. Devido à chuva na região durante à noite, os bombeiros tiveram que suspender temporariamente a procura, mas já retomaram a operação de resgate no início desta manhã, às 5h30min.

"A nossa dificuldade é ter um ponto de ancoragem para içar essa pedra, já está em torno de 600, 800 quilos ali, é muito grande, de 2,40 metros de espessura. Então, quando a gente vai içar não tem um ponto para a gente puxar, corre o risco de a gente puxar e cair mais uma parte", explica o comandante do 5º batalhão tenente Coronel Agnaldo Alexandre.

Em entrevista ao repórter Guilherme Carvalho, da CBN Cariri, o comandante disse que ainda não houve contato sonoro nem visual com a vítima de 48 anos, identificada como Sônia Cristina Pereira da Silva. "Está nas mãos de Deus. Ela estava catando as roupas no varal", disse Maria Pereira, a irmã de Sonia. Elas sabiam da cacimba desativada no quintal, mas havia uma tampa.

No momento, a família espera o resgate e pede a Deus que Sonia seja achada viva. Os bombeiros informaram ao repórter Guilherme Carvalho que a tampa que cedeu está localizada nesta manhã a aproximadamente 15 metros de profundidade do solo. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar