Participamos do

Três garotas e dois meninos morrem afogados no Ceará

Três irmãs e dois irmãos foram encontrados mortos vítimas de afogamento. Uma outra irmã sobreviveu à tragédia ocorrida no interior do Ceará. Atualizada às 18h36min
15:00 | Mar. 25, 2022
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Três garotas e dois meninos morreram afogados na barragem Rio Cupim, no município de Independência, interior do Ceará, nesta sexta-feira, 25. As vítimas, de duas famílias diferentes, são três irmãs, de 7, 13 e 17 anos, e dois irmãos, de 6 e outro de 9.  

Os cinco corpos foram resgatados por pescadores depois que uma 6ª criança, uma menina de 12 anos, irmã dos garotos, viu o afogamento e procurou socorro. Os pescadores acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou os óbitos.  

"Naquela ânsia de ver os irmãos se afogando e ver os outros tentando salvar, ela correu e pediu ajuda de dois pescadores que iam passando, mas não foi possível resgatar nenhum com vida", explicou o tenente do Corpo de Bombeiros, Clebiano Barbosa,

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

As crianças tinham ido tomar banho na barragem, que fica a 5 metros de distância da casa das vítimas.  s cinco que morreram e a sobrevivente pertenciam a duas famílias, que eram vizinhas. As informações foram repassadas pelo tenente Clebiano Barbosa, do município de Russas.  A guarnição foi ao município de Independência, a 310 quilômetros de Fortaleza, mas encontraram todos mortos. 

O oficial dos bombeiros relata que as pessoas cavam buracos para retirar a areia quando os açudes estão secos, no entanto, quando enche, formam-se as chamadas "cacimbas", que são buracos de dois a três metros de profundidade. O tenente diz que as crianças se afogaram nessas "cacimbas" e que, na tentativa de socorrer, os outros também caíram no buraco. 

A família das crianças esteve no local do afogamento. O bombeiro relatou que eles estavam em estado de choque e foram para o Instituto Médico Legal (IML) realizar os procedimentos necessários para a liberação dos corpos. Os parentes não tiveram condições de conversar com a guarnição. 

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que as forças de segurança foram acionadas para a ocorrência. Além de equipes do Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar do Ceará e a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estiveram no local. As investigações sobre as circunstâncias do afogamento ficam a cargo da Polícia Civil. 

O governador do Ceará, Camilo Santana, utilizou as redes sociais para deixar os sentimentos e o pesar a todos os familiares. "Recebi com profunda tristeza a notícia da morte, por afogamento, de três crianças e duas adolescentes, enquanto tomavam banho em uma barragem no município de Independência. O Corpo de Bombeiros e a PM foram chamados imediatamente para atender a ocorrência, e as equipes de assistência social devem dar apoio às famílias das vítimas. Meus sentimentos de pesar a todos nesse momento de tamanha dor", publicou Camilo. 

Identificações das vítimas que morreram afogadas no Ceará:

  • Raimundo Josiel de Sousa Silva, 9 anos
  • João Miguel de Souza Silva, 6 anos
  • Ana Vitória nascimento camelo, 7 anos
  • Maria Nayara camelo do nascimento, 13 anos
  • Antônia Silvana nascimento camelo, 17 anos

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar