Participamos do

Açude do Junco volta a sangrar após quase dez anos, em Granjeiro, no Cariri

Há cerca de cinco anos, reservatório atingiu menos de 5% da capacidade, patamar classificado como volume morto. Desde então, população do município passou a ser abastecida com água de poços artesianos
20:26 | Abr. 19, 2022
Autor Luciano Cesário
Foto do autor
Luciano Cesário Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Subiu para 27 o número de reservatórios sangrando no Ceará. A informação consta no Portal Hidrológico do Estado, atualizado na noite desta terça-feira, 19. O açude do Junco, localizado no município de Granjeiro, na região do Cariri, foi a última barragem a verter suas águas, no domingo, 17, fato que não ocorria há quase dez anos.

Segundo dados da série histórica, a última sangria do reservatório havia sido registrada em junho de 2012. O açude tem capacidade para pouco mais de 2 milhões de metros cúbicos (m³).

Em 2017, com o baixo volume de chuvas registrado no município, o Junco chegou a operar no volume morto, com menos de 5% da capacidade. Antes da escassez, a barragem era a principal fonte de abastecimento hídrico no município, que tem cerca de 4,8 mil habitantes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com o gerente da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogeh) no Cariri, Alberto Medeiros, depois do colapso enfrentado pelo reservatório, a população passou a ser atendida prioritariamente por poços artesianos.

"Desde que o açude praticamente secou, uma bateria de poços foi perfurada nas proximidades da barragem para garantir o abastecimento dos moradores. Então, o reservatório estando cheio, como agora, além da água que está acumulada na superfície, também ajuda na situação hídrica do subsolo", explicou.

Segundo o Portal Hidrológico, além dos reservatórios que já trasbordaram, há outros dez açudes na iminência de sangrar no Ceará. Todos eles estão com recargas hídricas acima de 90% da capacidade.

O mais próximo a verter as águas deve ser o Açude Do Coronel, em Antonina do Norte, também no Cariri, que acumula aporte de 99,45%. Em situação oposta, outros 59 reservatórios estão em estado de alerta para escassez, com volume inferior a 30%.

Confira quais açudes estão sangrando no Ceará:

Acaraú Mirim

Jenipapo 

São Vicente 

Sobral

Caldeirões

Muquém 

Valério 

Angicos 

Itaúna

Tucunduba

Várzea da Volta

Itapajé

Gameleira

Mundaú

Quandú

Acarape do Meio

Amanary

Batente

Cauhipe

Gavião 

Germinal

Itapebussu

Tijuquinha

Junco

Rosário

Ubaldinho 

Barragem do Batalhão 

OUÇA O PODCAST VOO 168 BASTIDORES

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1