PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Babá teria lutado fisicamente para não ser estuprada

De acordo com as investigações, o suspeito tinha a intenção de estuprar a vítima, que resistiu e lutou fisicamente. Após a reação, o suspeito asfixiou a mulher até a morte

10:54 | 18/02/2020
Angélica Nogueira dos Santos estava desaparecida desde o último dia 9 de fevereiro
Angélica Nogueira dos Santos estava desaparecida desde o último dia 9 de fevereiro (Foto: Reprodução/Facebook)

Atualizada às 13h41min

Suspeito de matar a babá Angélica Nogueira dos Santos, 24, foi preso nessa segunda-feira, 17. A mulher, que estava desaparecida desde o último dia 9 deste mês, foi encontrada morta na quinta-feira, 13, às margens de um córrego no Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O suspeito foi preso por força de um mandado de prisão temporária.

De acordo com informações divulgadas em coletiva de imprensa na Delegacia Metropolitana de Aquiraz, o suspeito teria motivação inicialmente de estuprar a vítima, que acabou resistindo e lutando fisicamente contra o homem. Após a reação, o suspeito asfixiou a mulher até a morte.

Segundo a Polícia Civil, o corpo da vítima estava em estado de decomposição e, somente após análise da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), será possível esclarecer a causa da morte.

As investigações afirmam que o homem era conhecido na região como um “violador sexual” e tem três antecedentes criminais por roubo. Em seu depoimento, o suspeito afirmou que agiu a mando do tráfico local, que queria dar um “susto” na vítima. Em outra versão, ele negou qualquer envolvimento com o crime.

O homem foi preso na última sexta-feira, 14, na comunidade Pôr do Sol, no limite entres os municípios de Fortaleza e Eusébio, por tráfico de drogas. Ele foi solto após audiência de custódia realizada dois dias após a prisão. Dessa vez, nessa segunda-feira, 17, ele foi indiciado por tentativa de estupro, homicídio e ocultação de cadáver.