Participamos do

Dona de lanchonete é morta a tiros em frente ao próprio estabelecimento em Caucaia

Autoria e motivação do crime são investigadas pela Polícia Civil; até agora, ninguém foi preso
19:27 | Jan. 08, 2022
Autor Luciano Cesário
Foto do autor
Luciano Cesário Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma mulher de 44 anos, proprietária de uma lanchonete, em Caucaia, foi assassinada a tiros nessa sexta-feira, 7, em frente ao próprio estabelecimento, localizado no bairro Araturi. Testemunhas disseram à Polícia Militar (PM) que a vítima foi atingida na cabeça enquanto estava sentada em uma cadeira na calçada do ponto comercial. Ainda não se sabe a autoria e motivação do crime. Até o momento, ninguém foi preso.

A área onde ocorreu o homicídio foi isolada pela PM até a chegada da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), que procedeu ao recolhimento do corpo. Os peritos também levantaram vestígios e indícios que poderão ajudar a esclarecer o caso durante as investigações. As apurações são conduzidas pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC).

Denúncias

Em busca de pistas que ajudem a elucidar o caso, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) pede que população faça denúncias anônimas através do telefone 85 3101 3360, contato da DMC, ou ainda pelo 85 98198 7555, que é o WhatsApp oficial do NHPP de Caucaia, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de texto, vídeo, áudio e fotografias.

As informações podem ser repassadas também para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o 85 3101 0181, que é o número de WhatsApp. A pasta reitera que o sigilo e anonimato são garantidos a todos os denunciantes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags