PUBLICIDADE
Noticia

PF investiga compra de voto com promessa de emprego, aumento salarial e ameaças no Ceará

A operação Tantos foi batizada em referência a expressão usada por um dos investigados. De acordo com a PF, ele prometia "tantos mil" em troca de votos

Érico Firmo
08:07 | 29/01/2021
Operação Tantos, da Polícia Federal (Foto: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA FEDERAL)
Operação Tantos, da Polícia Federal (Foto: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA FEDERAL)

A Polícia Federal cumpre mandados nesta sexta-feira, 29, em Catarina e em Fortaleza, na operação Tantos. É investigada suspeita de compra de votos e outros crimes eleitorais nas últimas eleições em Catarina, no Sertão dos Inhamuns. A operação foi batizada em referência a expressão usada por um dos investigados. De acordo com a PF, ele prometia "tantos mil" em troca de votos.

É investigada a oferta de dinheiro, cheques, propostas de emprego e de aumento salarial para funcionários públicos em Catarina em troca de voto. Teria havido ainda uso de cartões de benefício social na captação ilegal de voto. Também há suspeita de uso de influência política e até de ameaças para conseguir votos. Investiga-se o uso de recursos públicos do Município de Catarina nas fraudes eleitorais.

Clique na imagem para abrir a galeria

São cumpridos nove mandados de busca e apreensão, seis deles em Catarina e três em Fortaleza, nos bairros Cocó e José Bonifácio. Os mandados foram expedidos pela Justiça Eleitoral e atendem representação do Ministério Público Eleitoral em Ação de Investigação Judicial Eleitoral. O inquérito está instaurado na Delegacia de Polícia Federal em Juazeiro do Norte.

A Polícia Federal apreendeu computadores, celulares e documentos. Ninguém foi preso na operação.